Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euronext Lisbon fecha em descida de 0,45% pressionada por EDP e BCP (act.)

A Bolsa nacional fechou em descida, com o PSI20 a deslizar 0,45%, pressionada pelas acções da Electricidade de Portugal (EDP) e do Banco Comercial Português (BCP).

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 17 de Abril de 2003 às 17:08
  • Partilhar artigo
  • ...
A Bolsa nacional fechou em descida, com o PSI20 a deslizar 0,45%, pressionada pelas acções da Electricidade de Portugal (EDP) e do Banco Comercial Português (BCP).

O PSI20 [PSI20] marcava no final 5.446,72 pontos, com 50% das acções em queda, seis inalteradas e quatro títulos a valorizarem.

A Electricidade de Portugal (EDP) [EDP] cotava no final nos 1,72 euros, depois de uma desvalorização diária de 1,15%, tendo movimentado 2,89 milhões de acções, numa sessão de reduzida liquidez. A Bolsa nacional só retomará a negociação na terça-feira, devido ao feriado religioso.

A Portugal Telecom (PT) [PTC] foi o título mais movimentado, tendo regredido 0,31% para 6,42 euros, com 4,6 milhões de acções a mudarem de carteira.

A PT Multimédia [PTM], detida em 54% pela PT, corrigiu hoje em queda de 0,62% a marcar 12,73 euros. Os analistas do BPI e do ES Research rejeitam a alienação da rede de TV Cabo da PTM, e apostam antes na abertura da infra-estrutura aos concorrentes, uma decisão que deverá ser conhecida nos próximos três meses.

O Banco Comercial Português (BCP) deslizou 0,78% para 1,27 euros e o Banco BPI [BPIN] decresceu 0,44% para 2,27 euros.

A edição de hoje do «Semanário Económico» avança, sem desvendar fontes, que os dois maiores accionistas do BPI, o Banco Itaú e o La Caixa, estão a estudar aumentar a posição no capital do BPI dos actuais 15% para 20%. Os estatutos do BPI limitam, no entanto, a 12,5% o exercício dos direitos de voto.

Ver comentários
Outras Notícias