Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euronext Lisbon pouco alterada resiste às quedas na Europa; PSI-20 soma 0,02%

A Bolsa nacional negociava em redor do valor de fecho de segunda-feira, o PSI-20 somava 0,02%, com a desvalorização da Portugal Telecom (PT) a ser contrariada pela subida de 0,53% da Electricidade de Portugal (EDP), que fixou novo máximo nos 1,93 euros.

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 03 de Junho de 2003 às 11:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Bolsa nacional negociava em redor do valor de fecho de segunda-feira, o PSI-20 somava 0,02%, com a desvalorização da Portugal Telecom (PT) a ser contrariada pela subida de 0,53% da Electricidade de Portugal (EDP), que fixou novo máximo nos 1,93 euros.

O PSI-20 [PSI20] cotava nos 5.795,05 pontos, com seis acções em subida, oito a desvalorizar e seis inalteradas.

A Portugal Telecom (PT) [PTC], que ontem não acompanhou a subida dos mercados, voltava hoje a deslizar 0,62% para 6,45 euros.

O Banco Comercial Português (BCP) [BCP] cotava inalterado nos 1,45 euros. Na sexta-feira, o BCP tem agendado o Dia do Investidor, onde o maior banco privado nacional poderá dar indicações sobre o processo de alienação da Seguros & Pensões (S&P).

O Banco BPI [BPIN] apreciava 0,81% para 2,48 euros, e o Banco Espírito Santo (BES) [BESNN] valia 12,90 euros, o mesmo preço de fecho da véspera.

A Electricidade de Portugal (EDP) [EDP] aumentava 0,53% para 1,89 euros, com um novo máximo de Julho de 2002 atingido nos 1,93 euros.

De acordo com o «Diário de Notícias», a RWE, empresa eléctrica alemã, quer vender a posição de 75% que detém na Turbogás, uma empresa na qual a EDP participa em 20%.

Bolsas europeias em queda

As praças da Europa negociavam em descida, e o Dow Jones Stoxx 50 depreciava 0,81% para 2.235,86 pontos.

O DAX [DAX] alemão perdia 1,54% nos 3.017,28 pontos, e as acções da Munich Re perdiam 1,7% para 92,38 euros, depois da Morgan Stanley ter descido a recomendação para a resseguradora de «overweight» para «equalweight».

O AEX de Amesterdão caía 1,18% para 282,81 pontos, pressionado pelo ING Groep e pela seguradora Aegon que regrediam 1,77% e 2,3%, ambos a liderarem a liquidez.

Em Paris, o CAC 40 [CAC] regredia 1,04% para 3.016,66 pontos, e os valores da Alcatel deslizavam 5,9% para 7,61 euros, depois de ter anunciado um plano de venda de obrigações convertíveis em acções próprias.

Em Madrid, o IBEX 35 [IBEX] desvalorizava 1,08% para 6.524,30 pontos. Os valores da Endesa perdiam 3,2%, depois da La Caixa ter dito que planeava vender os 5% que detém na eléctrica, através da emissão de dívida convertível.

Na praça londrina, o FTSE 100 [UKX] depreciava 0,98% para 4.088,90 pontos, pressionado pelas empresas de «media» Reuters e WPP, que desvalorizavam 3,8% e 3,7%, respectivamente.

Ver comentários
Outras Notícias