Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euronext Lisbon segue a ganhar impulsionada por Brisa e PT; PSI20 sobe 0,61%

A Bolsa nacional seguia a ganhar, liderada pelos títulos da Brisa e Portugal Telecom (PT), embora as perdas do BCP e da Portucel limitassem a evolução do PSI20 que, ao avançar 0,61%, era o que menos valorizava face às outras praças europeias.

Paulo Soares de Oliveira 04 de Julho de 2002 às 13:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Bolsa nacional seguia a ganhar, liderada pelos títulos da Brisa e Portugal Telecom (PT), embora as perdas do Banco Comercial Português (BCP) e da Portucel limitassem a evolução do PSI20 que, ao avançar 0,61%, era o que menos valorizava face às outras praças europeias.

O PSI20 [PSI20] marcava 6.534,58 pontos com 11 títulos a descer, seis a perder e três inalterados.

«Perante um mercado parado, só podemos concluir que os consumidores ainda estão a fazer o check-up ao mercado norte-americano para investirem mais», disse ao Negocios.pt um operador de mercado, no dia em que as praças dos EUA se encontram encerradas devido a feriado.

A subida de 2,43% da Brisa [BRISA] para os 5,47 euros contribuía em 16,4 pontos para o crescimento índice, «sendo um título com um valor seguro», acrescentou o mesmo operador.

A Portugal Telecom [PTC] valorizava 1,39% para os 6,55 euros, em linha com as suas congéneres europeias, recuperando parte das perdas de 9,65% acumuladas nas últimas três sessões. A Deutsche Telekom subia 4,94%, a espanhola Telefónica crescia 2,37% e a France Telecom seguia a ganhar 10,62%.

Ainda no sector das telecomunicações, os títulos da Vodafone Telecel [TLE] valorizavam 0,89%, em linha com a casa mãe que ganhava 4,04% na Bolsa de Londres.

A Sonae SGPS [SON] subia 1,82% para os 0,56 euros, enquanto a Electricidade de Portugal [EDP] mantinha-se inalterada nos 1,95 euros .

A Jerónimo Martins [JMAR] subia 2,70% para os 6,85 euros, recuperando parte da queda de 6,84% registada nas últimas três sessões, após o anúncio da venda da cadeia Sé no Brasil por 143 milhões de euros, um preço considerado baixo pelos analistas.

A Soluções Automóveis Globais [SAG] cotava nos 1,78 euros, a descer 0,56%. O ES Research manteve hoje a recomendação de «neutral» para as acções da SAG, mas reviu em baixa o preço-alvo em 3% para os 2,06 euros, depois do anúncio do quebra «acentuada» das vendas de automóveis em Junho.

No sector da banca, os títulos do Banco Espírito Santo [BESNN] valorizavam 0,18% para os 11,40 euros. O JP Morgan desceu hoje a recomendação para as acções do Banco Espírito Santo (BES) de «market perform» para «market underperform», sugerindo um preço-alvo de 9,20 euros, um valor 19% abaixo da actual cotação.

O Banco Comercial Português [BCP] limitava maiores ganhos do PSI20, com as suas acções a cotar nos 3,35 euros, a que corresponde uma perda de 0,30%.

Na mesma linha, seguiam os títulos do BPI [BPIN], que regrediam 0,41% para os 2,40 euros.

A Portucel [PTCL] perdia 1,57% para os 1,25 euros.

Ver comentários
Outras Notícias