Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euronext Lisbon segue em queda a acompanhar Europa; BCP e EDP pressionam

A Bolsa nacional seguia a perder 0,85% com o BCP e a EDP a pressionar o índice enquanto a Portugal Telecom, no dia em que comemora o dia do investidor, seguia em queda ligeira. Na Europa, a tendência era semelhante.

Joaquim Madrinha 24 de Junho de 2003 às 11:25
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Bolsa nacional seguia a perder 0,85% com o BCP e a EDP a pressionar o índice enquanto a Portugal Telecom, no dia em que comemora o dia do investidor, seguia em queda ligeira. Na Europa, a tendência era semelhante.

O PSI-20 [PSI] seguia a perder 0,85% para os 5.835 pontos com três empresas a subir, treze a descer e quatro inalteradas.

O sector da banca, à excepção do Banco Comercial Português (BCP) [BCP] que perdia 1,91% para os 1,54 euros, era o que registava maiores ganhos. O BES [BES] subia 0,16% para os 12,67 euros enquanto o Banco BPI [BPIN], depois de ter descido mais de 3% na sessão de ontem, valorizava 0,81% para os 2,50 euros.

A Portugal Telcom (PT) [PTC], que comemora hoje o dia do investidor seguia a perder 0,16% para os 6,44 euros depois de ter estado a ganhar mais de 1%. A PT Multimédia [PTM] continuava a tendência de descida iniciada ontem e desvalorizava 2,97% a cotar nos 14,07 euros.

A Electricidade de Portugal (EDP) [EDP] seguia a corrigir da subida superior a 2% obtida ontem e depreciava 1,6% para os 1,86 euros. A Brisa [BRISA] descia 0,62% para os 4,81 euros enquanto a Cimpor [CIMP] desvalorizava 1,20% para os 3,30 euros.

No grupo de Belmiro de Azevedo, a Sonae [SON] seguia inalterada nos 0,49 euros e a SonaeCom [SONAE] perdia 1,44% para os 2,06%.

«Profit warnings» e decisão da FED condicionam mercados europeus

A decisão da FED, amanhã, sobre o corte na taxa de juro norte-americana mantém os mercados expectantes que ainda digerem alguns «profit warnings» realizados ontem.

Hoje, às 15 horas, será divulgado o índice de confiança dos consumidores norte-americanos o que pode constituir um bom indicador para antecipar o valor do corte a realizar pela FED.

Em Madrid, o IBEX 35 [IBEX] desvalorizava 0,71% para os 6.870,50 pontos com o sector da banca a pressionar. O Santander Central Hispano caía 0,65% para os 7,67 euros enquanto o Banco Bilbao Viscaya (BBVA) perdia 1,17% para os 9,33 euros.

Em França, o CAC 40 [CAC] desvalorizava 0,31% para os 3.109,70 pontos com a Suez a penalizar o índice com uma desvalorização de 0,96% para os 13,89 euros. A France Télécom com uma valorização de 1,31% para os 20,05 euros era o título que mais puxava o índice francês.

O FTSE 100 [UKX] seguia a perder 0,66% a cotar nos 4.061,10 pontos com a BP a penalizar o índice ao registar uma desvalorização de 0,46% para 429,25 pences (6,19 euros). O grupo financeiro HSBC era outro dos títulos que pressionava o índice ao cair 0,82% para os 723 pences (10,44 euros).

No DAX [DAX], a pesar da valorização de 1,32% da Deutsche Telekom para os 13,07 euros, a queda do Deutsche Bank em 0,90% para os 55,10 euros e da Bayer, que perdia 1,97% para os 19,90 euros, penalizava o índice alemão em 0,32% para 3.176,26 pontos.

Na Holanda, a Unilever ainda a digerir o «profit warning» realizado ontem perdia 2,56% para os 46,48 euros enquanto a Ahold ganhava 2,25% para os 7,28 euros o que não impedia o AEX de depreciar 0,89% para os 290,23 pontos.

Outras Notícias