Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euronext Lisbon segue mista com BCP a limitar perdas

A Euronext Lisbon seguia com um desempenho acima das suas congéneres europeias, sustentada pela valorização do Banco Comercial Português, que diluía o impacto das perdas da Portugal Telecom e EDP. O PSI20 caia 0,10%.

Joaquim Madrinha 12 de Março de 2003 às 14:05
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Euronext Lisbon seguia com um desempenho acima das suas congéneres europeias, sustentada pela valorização do Banco Comercial Português, que diluía o impacto das perdas da Portugal Telecom e EDP. O PSI20 caia 0,10%.

O PSI20 [PSI20] cotava nos 5.369,83 pontos, com 6 acções sem modificações de preços, dez em queda e as restantes quatro a amealharem valor.

O BCP [BCP] registava a subida mais pesada do índice. Os títulos do banco de Jardim Gonçalves subiam 2,63% para os 1,56 euros.

O banco, que hoje chegou a apreciar um máximo de 5,92%, continua suportado por rumores de que o Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA) se prepara para ocupar uma posição na sua estrutura accionista. Filipe González, presidente banco espanhol, encontra-se hoje com o primeiro ministro e Presidente da República para discutir os investimentos em Portugal. Há rumores que o BBVA fará parte do consórcio de bancos escolhidos pela Merrill Lynch e pelo UBS Warburg para ficarem com os direitos sobrantes do aumento de capital do BCP.

No entanto e a explicar o abrandamento da subida do BCP, o ES Reserch afirmou hoje que o BBVA não tem interesse em tomar uma posição no BCP aos níveis actuais.

A acompanhar a tendência do BCP [BCP], o BES valorizava 0,26% para os 11,78%. O BPI [BPIN] seguia inalterado.

A Portugal Telecom [PTC] via os seus títulos quebrarem 0,99% para os 6,02 euros enquanto a Vodafone Telecel [TLE] desvalorizava 0,12% para os 8,51 euros. O sector europeu das telecomunicações, medido pelo EuroStoxx 50, perdia cerca de 2%.

A Electricidade de Portugal (EDP) [EDP], a corrigir da subida de segunda-feira, perdia 1,33% para os 1,48 euros.

A Brisa [BRISA] que na semana anterior havia acumulado uma desvalorização superior a 7%, voltava a ceder 0,2% para os 4,93 euros.

Também a perder valor, a Sonae SGPS [SON] perdia 2,7% para 0,36 euros, no dia em que apresenta as contas anuais. A Sonae Indústria perdia 12,86% para os 3,32 euros após ter manifestado interesse em participar no aumento de capital da sua participada Tafisa, onde deverá injectar um mínimo de 92 milhões de euros.

A empresa industrial da Sonae levava, «apenas» 3 mil acções negociadas.

Ver comentários
Outras Notícias