Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsas europeias em máximos de cinco anos na sétima sessão consecutiva em alta

As bolsas europeias fecharam a semana em alta, tendo marcado a sétima subida consecutiva. O Euro Stoxx 600 fixou-se no nível mais alto desde Junho de 2008, altura em que os efeitos da crise imobiliária norte-americana se começaram a sentir. A pacificação orçamental nos Estados Unidos e o crescimento do PIB chinês acima do esperado ajudaram à boa performance das praças do Velho Continente.

David Santiago dsantiago@negocios.pt 18 de Outubro de 2013 às 18:34
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

O índice Euro Stoxx 600, que concentra as principais acções europeias, fechou a semana a ganhar 0,79% para 318,47 pontos, naquele que foi o nível mais alto desde Junho de 2008. A valorização conseguida ao longo de sete dias, sempre a negociar em terreno positivo, foi de 2,2%.

 

A estabilização política alcançada, esta semana, com o acordo entre democratas e republicanos, que permitiu financiar o Governo federal e prolongar a capacidade de endividamento até ao próximo dia 7 de Fevereiro, e as boas notícias reveladas pelo Instituto de Estatística chinês, que anunciou um crescimento do PIB da economia chinesa de 7,8% no terceiro trimestre deste ano, depois de dois trimestres consecutivos de abrandamento, beneficiaram a performance bolsista e aumentaram os níveis de confiança.

 

Os investidores demonstraram maior confiança nas economias europeias, influenciados pelas boas indicações vindas da China e dos Estados Unidos. A manutenção dos incentivos à economia americana, através da terceira ronda de flexibilização quantitativa, que passa pelos incentivos da Reserva Federal, foi um dos factores que contribuiram para o incremento da confiança dos investidores na recuperação da economia internacional. 

 

A boa performance das bolsas europeias deveu-se também ao sector tecnológico, que foi sobretudo impulsionado pela Google. A dona do maior motor de busca do mundo ultrapassou pela primeira vez, esta sexta-feira, a barreira dos mil dólares por acção, após apresentar ontem resultados do terceiro trimestre que ficaram acima do esperado pelos analistas.

 

O índice português do PSI 20 fechou a ganhar 0,09% para 6.346,20 pontos, mas o destaque vai para o Ibex 35 espanhol, que subiu 0,84% para 1.0001,80 pontos, naquela que foi a primeira vez que ultrapassou os 10 mil pontos desde Julho de 2011.

 

A bolsa francesa também teve uma boa performance, com o índice CAC 40 a subir 1,09% para 4.286,03 pontos.

Ver comentários
Saber mais Euro Stoxx China Estados Unidos Reserva Federal bolsas Europa
Mais lidas
Outras Notícias