Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Europa termina mista com tecnológicas a liderar ganhos; FTSE perde 0,42% e DAX ganha 0,95%

As principais Bolsas europeias encerraram o dia mistas, com as tecnológicas a liderar os ganhos. O FTSE londrino perdeu 0,42%, arrastado pela Vodafone, enquanto o DAX alemão ganhava 0,95%, com a SAP a trepar mais de 11%.

Duarte Costa 09 de Janeiro de 2002 às 18:00
As principais Bolsas europeias encerraram o dia mistas, com as tecnológicas a liderar os ganhos. O FTSE londrino perdeu 0,42%, arrastado pela Vodafone, enquanto o DAX alemão ganhava 0,95%, com a SAP a trepar mais de 11%.

O Euro Stoxx 50, índice que agrega as 50 maiores empresas europeias em termos de capitalização bolsista, recuava 0,42% para os 5.228,50 pontos.

Na Bolsa Frankfurt, o DAX [DAX] valorizava 0,95% para os 5.286,20 pontos. A SAP, que desenvolve soluções informáticas para empresas, trepava 11,27% para os 164,80 euros, depois de ter registado um aumento de 16% nas vendas de 2001, superando as estimativas, enquanto a Siemens, que deverá encaixar um ganho de 583 milhões de euros com a venda de acções da Infineon, ganhava 2,61% para os 78,70 euros.

Em Paris, o CAC [CAC] avançou 0,41% para os 4.587,01 pontos. A STMicrolectronics cresceu 3,32% para os 38,64 euros, enquanto a LOreal subiu 2,21% para os 78,45 euros.

O principal índice da Bolsa de Madrid, o IBEX [IBEX], quebrou 1,47% para os 8.086,10 pontos, arrastado pela empresas com investimentos na Argentina. A Telefónica, a maior operadora de telecomunicações na Argentina, cedeu 2,17% para os 14,43 euros, enquanto o Banco Bilbao Vizcaya Argentaria desvalorizou 2,39% para os 13,07 euros.

Na Bolsa de Londres, o FTSE [UKX] perdeu 0,42% para os 5.228,50 pontos. A maior operadora mundial de telecomunicações móveis, a Vodafone, que vai pagar 39,31 milhões de euros por 9,99% da Aspire, uma «joinventure» entre a China Mobile e a Hewlett-Packard, resvalou 4,21% para as 1,70 libras (2,75 euros), enquanto o grupo financeiro HSBC desvalorizou 2,25% para as 8,04 libras (12,99 euros).

A corretora Goldman Sachs reduziu a estimativa para os lucros por acção do grupo financeiro britânico em 2001, de 0,48 libras para as 0,47 libras (0,78 e 0,76 euros).

O AEX, de Amesterdão, avançou 0,92% para os 498,84 pontos. A Philips Electronics cresceu 4,01% para os 35 euros e o grupo financeiro ABN Amro subiu 2,53% para os 19,04 euros.

Em Milão, o MIBTEL [MIBTEL] valorizou 0,23% para os 23.043 pontos, com a seguradora Assicurazioni Generali a ganhar 1,57% para os 31,13 euros.

Outras Notícias
Publicidade
C•Studio