Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Expansão económica dos EUA anima bolsas mundiais

A economia dos EUA cresceu, no terceiro trimestre mais do que o esperado, o que está a animar a negociação das bolsas nos dois lados do Atlântico, num dia marcado pelos dados económicos positivos. Os ganhos superam 1%, com os investidores a reflectirem nas acções a expectativa em relação ao fim da crise económica.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 29 de Outubro de 2009 às 16:09
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
A economia dos EUA cresceu no terceiro trimestre mais do que o esperado, o que está a animar a negociação das bolsas nos dois lados do Atlântico, num dia marcado pelos dados económicos positivos. Os ganhos superam 1%, com os investidores a reflectirem nas acções a expectativa em relação ao fim da crise económica.

Nos EUA, o Dow Jones valoriza 1,09% para os 9.869,02 pontos, o Nasdaq cresce 1,49% para os 2.090,28 pontos e o S&P500 avança 1,35% para os 1.056,71 pontos.

Na Europa os ganhos são semelhantes. O espanhol IBEX e o holandês AEX sobem inclusivamente mais de 2%, no dia em que também foi divulgado que a economia espanhola registou a contracção mais pequena desde que a crise económica se instalou, no terceiro trimestre.

A animar a sessão estão ainda os dados relativos ao crescimento dos EUA e o aumento da confiança dos consumidores e empresários europeus. O índice de confiança dos executivos e consumidores subiu para 86,2 pontos, o valor mais elevado desde Setembro de 2008, altura em que a Lehman entrou em falência.

Já os EUA anunciaram esta tarde que a economia cresceu 3,5%, no terceiro trimestre quando comparado com igual período do ano passado, um valor que superou as estimativas dos economistas e que põe fim a quatro trimestres consecutivos de contracção económica.

Com estes dados, os investidores estão a acreditar que o pior já passou. E isso vê-se pelo desempenho das bolsas na sessão de hoje, depois de ontem as quedas terem sido avultadas. Aliás, estes dados vieram acalmar os receios do mercado que começava a reflectir receios, cada vez maiores, de que a crise estaria para durar, depois de alguns dados menos positivos.

Os últimos dias foram ainda marcados pelos receios de que a banca mundial tenha de realizar aumentos de capital, para pagar as ajudas concedidas pelos Estados para evitarem falências. Hoje estes receios foram colocados de lado, com os dados a apontarem para uma resposta positiva da maior economia do mundo e da Europa.

Os índices britânico Footsie, o alemão DAX e o francês CAC estão a ganhar mais de 1%, com as cotadas europeias levarem o Dow Jones Stoxx 50 a subir 1,39% para os 2.460,20 pontos.

Veja também:

As cotações dos principais índices
A evolução das acções das bolsas de
Espanha, França, Holanda e Alemanha
A evolução das acções do Dow Jones e Nasdaq 100


Ver comentários
Outras Notícias