Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fabricantes de automóveis lideram subidas nas Bolsas europeias; CAC 40 soma 6,32%

As Bolsas europeias encerram a valorizar, com o sector da automóvel a impulsionar os respectivos índices, depois da Peugeot e BMW terem elevado as previsões de vendas no Salão de Paris. A banca auxiliou Amsterdão e Paris a trepar mais de 6%.

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 26 de Setembro de 2002 às 17:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
As Bolsas europeias encerram a valorizar, com o sector da automóvel a impulsionar os respectivos índices, depois da Peugeot e BMW terem elevado as previsões de vendas no Salão de Paris. O sector da banca auxiliou Amsterdão e Paris a trepar mais de 6%.

O DJ Stoxx 50 avançava 5,52% para os 2.440,97 pontos, e a Nokia crescia mais de 9%, depois de um responsável da empresa nos Estados Unidos (EUA) ter previsto um crescimento de até 15% nas vendas de telefones móveis em 2003.

Em Paris, o CAC 40 [CAC] valorizou 6,32% até aos 2.961,46 pontos, com as empresas financeiras Axa e Société Générale a acumularem ganhos superiores a 11% para os 10,91 euros e 47,96 euros, respectivamente. A Peugeot aumentou 8,7% para os 39,57 euros.

Na praça de Frankfurt, o DAX Xetra [DAX] seguia com uma valorização de 2,48% para os 3.035,92 euros, estando as acções dos fabricantes de automóveis BMW e Volkswagen a subirem ambas 7,6% para os 34,55 euros e 39,42 euros, respectivamente.

Na praça londrina, o FTSE 100 [UKX] cresceu 4,18% nos 3.850,60 pontos. A British Telecom disparou 8,6%, depois do ABN Amro ter elevado a recomendação para as acções do antigo monopólio de telecomunicações britânico de «add» para «trading buy».

Em Madrid, o IBEX 35 [IBEX] progrediu 4,31% para os 5.682,40 pontos. O Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA) trepou 9,3% para os 8,26 euros, enquanto o rival Santander Central Hispano (SCH) aumentou 7,8% até aos 5,50 euros.

Em Amsterdão, o AEX disparou 6,61% para 319,78 pontos, com os papéis do ING Groep a progredirem 13,14% para os 15,50 euros, enquanto a seguradora Aegon cresceu 10,43% a marcar 10,80 euros.

Outras Notícias