Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fortes quedas na banca levam PSI-20 a cair mais de 1% (act)

Praça portuguesa acompanhou a tendência negativa das restantes bolsas, com os investidores a receberem com pessimismo as palavras do presidente do Eurogrupo, já que Jeroen Dijsselbloem sinalizou que o dinheiro dos contribuintes europeus vai deixar de ser usado para salvar bancos.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 25 de Março de 2013 às 16:48
  • Partilhar artigo
  • 41
  • ...

A bolsa portuguesa inverteu a tendência positiva registada durante a manhã, para fechar a sessão a cair mais de 1%, em linha com o comportamento das praças europeias.

 

O PSI-20 desceu 1,19% para 6.023,27 pontos, com 14 cotadas em queda, cinco em alta e uma inalterada. Nas praças europeias as perdas mais fortes foram sentidas em Milão (-2,11%) e em Madrid (2,2%).

 

Esta inversão de tendência surgiu depois do presidente do Eurogrupo ter dado uma entrevista à Reuters, ao início da tarde, onde Jeroen Dijsselbloem deixou muito claro que o modelo utilizado no Chipre pode ser seguido noutros casos problemáticos na banca europeia.

 

Com o responsável europeu a sinalizar que o dinheiro dos contribuintes vai deixar de ser utilizado para salvar os bancos europeus, os investidores temem uma fuga de capitais dos bancos europeus. Isto apesar de no resgate ao Chipre, o Eurogrupo ter determinado que só os depósitos superiores a 100 mil euros serão penalizados.

 

O sector financeiro foi o mais castigado na bolsa portuguesa, em linha com o comportamento dos restantes bancos europeus. O Banco Comercial Português caiu 3,77% para 0,102 euros, o Banco Espírito Santo desvalorizou 4,43% para 0,863 euros e o Banco BPI desceu 2,4% para 1,056 euros.

 

Ainda a penalizar a praça portuguesa esteve o sector energético. A Energias de Portugal (EDP) caiu 0,52% para 2,465 euros, a corrigir dos máximos desde Dezembro de 2011 fixados durante a sessão. A EDP Renováveis cedeu 1,97% para 3,979 euros e a Galp Energia caiu 0,37% para 12,13 euros.

 

Nas telecomunicações a tendência foi igualmente negativa. A Portugal Telecom caiu 0,34% para 4,066 euros, a Zon Multimédia cedeu 1,78% para 3,32 euros e a Sonaecom desvalorizou 1,43% para 1,655 euros.

 

Pela positiva voltou a destacar-se a Jerónimo Martins, com uma subida de 0,42% para 15,63 euros.

 

(Notícia actualizada às 16h53 com mais informação)

Ver comentários
Saber mais PSI-20 bolsa Euronext banca Jeroen Dijsselbloem
Outras Notícias