Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Galp Energia e EDP sobem mais de 1% e impulsionam bolsa nacional

A bolsa nacional fechou a sessão a subir mais de 1% impulsionada pelos títulos da Galp Energia e da Energias de Portugal. Os destaques do dia foram a Sonaecom e a Zon Multimédia, que registaram fortes valorizações devido a especulações de consolidação no sector das telecomunicações.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 03 de Junho de 2010 às 16:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
A bolsa nacional fechou a sessão a subir mais de 1% impulsionada pelos títulos da Galp Energia e da Energias de Portugal. Os destaques do dia foram a Sonaecom e a Zon Multimédia, que registaram fortes valorizações devido a especulações de consolidação no sector das telecomunicações.

O principal índice da bolsa nacional avançou 1,08% para os 7.131,02 pontos, com 19 títulos em alta e um queda. Os restantes índices europeus registaram ganhos superiores a 1%, à excepção da bolsa espanhola, que negociou em terreno negativo.

Os mercados europeus negociaram assim em alta pelo quarto dia consecutivo, o mais longo ciclo de ganhos dos últimos três meses.

A Galp Energia e a Energias de Portugal subiram mais de 1% e foram os títulos que mais impulsionaram o principal índice da bolsa nacional. No entanto, os principais destaques da sessão foram a Sonaecom e a Zon Multimédia, que registaram fortes valorizações.

A Sonaecom chegou a subir mais de 12% durante a sessão, para máximos de mais de um mês, animada pelas perspectivas de consolidação no sector das telecomunicações em Portugal, um cenário que o UBS considera fazer todo o sentido e será gerador de valor.

As acções da dona da Optimus fecharam a subir 6,52% para os 1,47 euros.


A Zon Multimédia esteve também em forte alta devido a esta especulação. As acções da empresa chegaram a subir mais de 8% e fecharam a valorizar 4,01% para os 3,297 euros.

Já a Portugal Telecom fechou a perder 0,80% para os 8,521 euros, a aliviar de uma subida de mais de 1%, depois de ontem ter fixado um máximo desde Janeiro de 2008.

A contribuir para a escalada dos títulos da empresa liderada por Ângelo Paupério está a especulação de que, se a PT avançar para a venda da Vivo, acontecerá um movimento de consolidação em Portugal no sector das telecomunicações.

14 empresas do PSI-20 fecharam o dia a subir mais de 1%, entre elas a Galp Energia que subiu 1,73% para os 12,075 euros e a EDP, que valorizou 1,47% para os 2,554 euros.

No grupo Sonae, a empresa mãe subiu 2,68% para os 0,765 euros e, fora do PSI-20, a Sonae Capital, subiu 2,27% para os 45 cêntimos.

Na banca, o BCP avançou 0,32% para os 0,629 euros, o BES valorizou 0,80% para os 3,148 euros e o BPI subiu 0,79% para os 1,54 euros.

Ver comentários
Outras Notícias