Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Grupo EDP pressiona bolsa de Lisboa em queda ligeira

A bolsa de Lisboa acordou em terreno negativo, tal como as restantes praças europeias. Há oito cotadas no vermelho, incluindo o grupo EDP.

A carregar o vídeo ...
Negócios 18 de Setembro de 2023 às 08:18
A praça portuguesa começou a sessão desta segunda-feira a negociar no vermelho, à semelhança das restantes praças europeias que já se encontram a negociar a esta hora

O PSI desvaloriza ligeiramente 0,07% para os 6.199,27 pontos. Das 16 cotadas, seis estão em alta, oito em queda e duas abriram o dia inalteradas — Ibersol e REN.

A pressionar o índice nacional está a energia. A EDP cai 1,09% para 4,174 euros enquanto a EDP Renováveis desliza 0,66% para 16,56 euros. Também a Greenvolt tomba 0,58% para os 6 euros por ação. Também no vermelho, a Mota-Engil começou a negociar nos 0,62 para 3,19 euros.

Em terreno positivo, a Semapa lidera a tabela ao subir 0,61% para 13,20 euros.

Seguem-se os pesos pesados como a Galp que valoriza 0,32% para os 14,05 euros em máximos de fevereiro de 2020. O petróleo continua a valorizar, ainda a ser influenciado por reduções da produção e exportações anunciados pela Arábia Saudita e Rússia na semana passada. O West Texas Intermediate (WTI) – negociado em Nova Iorque – sobe 0,95% para 91,63 dólares por barril. Por sua vez, o Brent do Mar do Norte – referência para as importações europeias – soma 0,77% para 94,65 dólares por barril.

A Jerónimo Martins cresce 0,28% para os 21,60 euros por ação e o BCP avança 0,08% para 0,2601 euros.

A Ibersol e a REN começaram a primeira sessão da semana inalteradas.

Ver comentários
Saber mais Bolsa de Lisboa bolsas mercados euronext PSI
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio