Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Grupo EDP segura PSI-20 no verde

A bolsa portuguesa encerrou com uma ligeira subida apoiada nos fortes ganhos do grupo EDP que compensaram as quedas em pesos pesados como a Jerónimo Martins, Galp e BCP.

Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 20 de Janeiro de 2022 às 16:42
  • Partilhar artigo
  • 19
  • ...
O PSI-20 encerrou esta quinta-feira nos 5.663,94 pontos, a subir 0,06%, o ganho mais modesto entre as principais praças europeias, com exceção de Londres que registou uma ligeira queda.

O grupo EDP foi decisivo para manter o índice em terreno positivo. A EDPR avançou mais de 5% e a EDP ganhou 2,75%, compensando as perdas de outras cotadas de peso como a Jerónimo Martins, Galp e BCP.

O braço para as renováveis da elétrica disparou 5,05%, para os 20,18 euros, enquanto a casa-mãe ganhou 2,75%, até aos 4,639 euros. A EDP Renováveis indicou ontem, após o fecho do mercado, que a produção de energia cresceu 6% no ano passado.

O setor energético viu ainda a REN valorizar 1,19%, para 2,55 euros, e a Greenvolt subir 0,66%, fechando nos 6,13 euros. Já a Galp foi a terceira cotada que mais caiu, cedendo 2,56%, para os 9,574 euros.

Do lado dos desempenhos positivos destacou-se também a Nos, com uma valorização de 1,8%, para 3,502 euros, bem como a Mota-Engil (+1,64%) e a Altri (+1,57%), com a papeleira a ser uma das ações preferidas do Santander para este ano.

A maior queda do dia pertenceu à Novabase, com a tecnológica a perder 4,01%, para 5,26 euros. A Jerónimo Martins, por seu turno, tombou 2,93%, para os 21,23 euros, um dia após ter fechado num máximo histórico de 21,87 euros.

Nota ainda para a queda de 2,07% do BCP, para 0,1608 euros, com o banco liderado por Miguel Maya a ser penalizado pelo alerta do Credit Suisse, que manteve o price-target nos 13 cêntimos.

(Notícia atualizada às 16:54)
Ver comentários
Saber mais EDP PSI-20 EDPR
Outras Notícias