Bolsa Guia sobre a OPV da Sonae MC

Guia sobre a OPV da Sonae MC

A Sonae SGPS vai vender mais de 217 milhões de acções da Sonae MC. A dispersão de capital deverá rondar os 25%, ainda que possa ascender a 33,6%. O Negócios preparou um guia sobre a operação.
Guia sobre a OPV da Sonae MC
Pedro Noel da Luz/Correio da Manhã



Quantas acções estão disponíveis?

A oferta tem uma tranche para o retalho, outra para institucionais. No total serão colocadas, no mínimo, 217,36 milhões de acções. 50 milhões de títulos estarão à disposição dos investidores de retalho, o que corresponde a 5% da companhia. O restante vai para investidores institucionais que, no máximo, podem vir a ficar com 28,6% da Sonae MC. voltar ao índice
Qual é o capital disperso?

Vão estar cotadas todas as acções do capital social da Sonae MC (mil milhões), mas até um limite de 33,6% não será da Sonae SGPS. Nesta fase inicial poderá ficar disperso entre 21,7% e 25% do capital. voltar ao índice
Qual o preço?

No prospecto da OPV está previsto um intervalo de preço, entre 1,4 e 1,65 euros por cada acção. O valor final pode ficar fora deste intervalo, dependendo de como decorre a operação. O intervalo de preços avalia a empresa de retallho do grupo Sonae entre 1,4 mil milhões e 1,65 mil milhões de euros. voltar ao índice
Quantas acções podem ser compradas pelos investidores de retalho?

Os investidores de retalho terão de dar ordens em múltiplos de 10 títulos, sendo que no máximo poderão comprar 175 mil acções. voltar ao índice
Até quando se podem comprar acções?

As ordens de compra podem começar a ser dadas esta segunda-feira, 8 de Outubro, e até 12 de Outubro na primeira fase para o retalho. A segunda fase decorre de 13 a 17 de Outubro. voltar ao índice
Há diferenças entre participar na primeira fase da operação e na segunda?

As ordens dadas no primeiro período da oferta – que termina a 12 de Outubro – terão prioridade. Ou seja, se houver mais procura do que o número de acções disponíveis para venda, as ordens dadas na primeira fase beneficiarão de um coeficiente maior. E se houver acções não atribuídas no processo de alocação, estas serão entregues, "por sorteio, primeiro pelas ordens submetidas no primeiro período da oferta de retalho" e só depois pelas seguintes. voltar ao índice
Até quando é que se pode retirar ordens?

Até dia 12 de Outubro. A partir desse dia as ordens dadas não podem ser retiradas, tornando-se irrevogáveis. voltar ao índice
Quando será fixado o preço final da OPV da Sonae MC?

O preço final das acções da retalhista é fixado a 18 de Outubro. voltar ao índice
Quando estreia a Sonae MC em bolsa?

A estreia da Sonae MC será no mesmo dia em que se dá a liquidação da operação, a 23 de Outubro. voltar ao índice
As acções podem ser negociadas antes de se estrearem em bolsa?

Haverá um período de dois dias de negociação condicionada. É o chamado "grey market", com a Sonae a estrear este mecanismo em Portugal. Nestes dias poderão ser negociadas açcões directamente entre investidores. Mas as estreia das transacções em bolsa só acontece a 23 de Outubro. voltar ao índice
Há riscos de negociação no "grey market?

Há riscos, uma vez que estas negociações serão feitas fora do mercado. É uma negociação directa e não há o mercado a ditar um preço específico. Num cenário extremo, se a OPV for anulada entre o dia 18 de Outubro e o 23 de Outubro – dia da liquidação – nem a Sonae nem a Euronext serão responsáveis pelos negócios que foram realizados no "grey market". voltar ao índice
Qual é o período de "lock-up"?

O período de lock-up foi fixado em 180 dias, pelo que nesse período a Sonae MC e a Sonae SGPS ficarão inibidas de vender acções da empresa. voltar ao índice
Quanto a Sonae vai encaixar com a colocação da Sonae MC?

A Sonae estima que a receita bruta da oferta seja de 358,6 milhões de euros, "assumindo o valor mais elevado do intervalo de preço da oferta", lê-se no prospecto divulgado esta quinta-feira, 4 de Outubro. Este é o valor da colocação de 217,36 milhões de acções, ou 21,736%, sem considerar as acções adicionais (até ao limite de 25%) que podem vir ainda a ser colocadas nos institucionais.

Se considerado o valor máximo do intervalo de preço, e também essa colocação adicional que pode ser definida até 18 de Novembro, o encaixe máximo pode mesmo atingir os 412 milhões de euros. No preço mínimo o encaixe pode ser de 304 milhões e de 349,9 milhões respectivamente pelos 21,736% ou 25%. voltar ao índice
Quais as datas a ter em atenção na OPV?

voltar ao índice



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI