Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Impresa e Grupo Sonae lideram segunda semana de ganhos na bolsa

A Euronext Lisbon registou a segunda semana consecutiva de ganhos, com a Impresa, a Sonaecom e a Sonae SGPS a registarem as maiores subidas. O PSI-20 avançou 0,45%, com a Portugal Telecom a impedir maiores ganhos e a Portucel e a Teixeira Duarte a sofrere

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 17 de Dezembro de 2004 às 19:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Euronext Lisbon registou a segunda semana consecutiva de ganhos, com a Impresa, a Sonaecom e a Sonae SGPS a registarem as maiores subidas. O PSI-20 avançou 0,45%, com a Portugal Telecom a impedir maiores ganhos e a Portucel e a Teixeira Duarte a sofrerem as maiores descidas, devido à saída do índice em 2005.

Na semana anterior a bolsa nacional tinha avançado 0,84% e com o ganho das últimas cinco sessões elevou a valorização acumulada esta ano para 11,72%. Nesta semana 11 títulos acumularam valor e os restantes nove desvalorizaram.

A Impresa voltou a liderar o «ranking» das maiores subidas semanais, com um ganho de 6,15%. A empresa de Pinto Balsemão registou a quarta semana seguida de ganhos – período em que avançou cerca de 17% - e está a valorizar à sete sessões consecutivas na bolsa nacional, espelhando o sentimento positivo acerca da empresa.

As companhias de media são das que mais sobem este ano na bolsa, devido às boas perspectivas para o mercado publicitário em 2005. A Cofina, na semana em que anunciou mais detalhes do «spin off», avançou 1,9%, enquanto a Media Capital contrariou a tendência e cedeu 1,9%.

O Grupo Sonae voltou a estar em destaque nesta semana, devido a melhorias nas recomendações e boas perspectivas para o próximo ano. A Sonaecom, que este ano acumula um ganho de 63,3% - o maior entre os títulos do PSI-20 – avançou 4,88%, beneficiando também do sim da Anacom ao seu novo produto de telecomunicações fixo-móvel. A Sonae SGPS, tal como a sua participada, atingiu um máximo anual e valorizou 3,96%.

A quarta maior subida semanal entre os títulos do PSI-20 pertenceu à ParaRede (2,7%) que anunciou a aquisição da WhatEverNet numa operação que vai obrigar a empresa liderada por Paulo Ramos a realizar um aumento de capital.

O título que mais impediu o PSI-20 de registar maiores ganhos foi a Portugal Telecom, que cedeu 2,17% na semana, com os investidores a «não gostarem» de ouvir o presidente da empresa falar em possíveis investimentos na rede fixa brasileira.

Mas as maiores quedas entre os títulos do PSI-20 foram protagonizadas pelos títulos que vão deixar a carteira do índice no próximo ano. A Portucel desceu 2,65% e a Teixeira Duarte caiu 2,8%.

Já os títulos que vão passar a integrar o principal «benchmark» da Euronext Lisbon – a Reditus e a Novabase – registaram ganhos de 6,57% e 1,5%, respectivamente.

Outras Notícias