Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Índices norte-americanos caem pressionados por taxa de desemprego alta (act)

Os dois principais índices norte-americanos encerraram hoje em queda, após ter sido anunciado que o desemprego atingiu o valor mais alto desde 1994. O Nasdaq perdeu 1,92%, enquanto o Dow Jones desceu 0,84%.

Bárbara Leite 03 de Maio de 2002 às 21:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Os dois principais índices norte-americanos encerraram hoje em queda, após ter sido anunciada que a taxa de desemprego atingiu o valor mais alto desde 1994. O Nasdaq perdeu 1,92%, enquanto o Dow Jones desceu 0,84%.

A taxa de desemprego nos Estados Unidos subiu mais que o esperado em Abril, atingindo os 6%, o valor mais alto desde Agosto de 1994, pelo que o número de empregos criados na maior economia mundial foi abaixo do previsto.

O elevado nível de desemprego conduz a uma expectativa de retoma mais lenta da economia norte-americana, gerando uma maior pressão sobre a venda de acções das empresas cotadas em Bolsa.

O índice Nasdaq [CCMP] encerrou nos 1.613,23 pontos a cair 1,92%, enquanto o índice que agrega as principais empresas da economia tradicional norte-americana, escorregou 0,84%, após ontem ter fechado em ligeira subida.

A Oracle, produtora informática, terminou a sessão de hoje em queda após quatro sessões consecutivas em sentido negativo.

As acções da Oracle encerraram nos 8,43 dólares (9,19 euros), a perder 1,40%, após a Goldman Sachs ter cortado as estimativas dos resultados por acção relativos ao segundo e terceiro trimestres de 2002, devido à previsão de desaceleração no sector tecnológico.

A WorldCom, que opera no sector das telecomunicações, fechou a semana com uma quebra na cotação de 11,82% para os 1,79 dólares (1,95 euros). Em três sessões, a WorldCom desvalorizou cerca de 28% em resultado dos receios de quebra nos resultados e tendência depressiva do sector.

No sector tecnológico, as acções da Amazon perderam 1,65%, a AOL caiu 2,52% e a Lucent Techonologies terminou com uma desvalorização de 2,67%.

A subida das acções da Hewlett-Packard não compensaram a queda das acções da Microsoft que integram o índice Dow Jones [INDU].

As acções da Microsoft perderam 3,22% para os 49,56 dólares (54,03 euros), em sintonia com a tendência do sector, enquanto a HP encerrou em alta com uma valorização de 2,05%.

O american depositary receipt (ADR) da Portugal Telecom (PT) fechou a ganhar 2,88% para os 7,14 dólares (7,78 euros), enquanto em Lisboa a empresa fechou nos 7,68 euros.

O ADR da Electricidade de Portugal (EDP) fechou a subir 2,23% até aos 20,65 dólares (22,51 euros), enquanto em Lisboa a empresa fechou nos 2,26 euros. Cada ADR equivale a 10 acções da eléctrica nacional.

Ver comentários
Outras Notícias