Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Índices norte-americanos seguem em queda com Microsoft e Cisco a pressionar (act)

O Nasdaq e o Dow Jones seguiam a perder 0,69% e 0,04%, respectivamente, pressionados pelas quedas da Cisco, que apresentou ontem resultados, e da Microsoft que foi acusada de abuso de posição pela União Europeia.

Joaquim Madrinha 06 de Agosto de 2003 às 14:52
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Nasdaq e o Dow Jones seguiam a perder 0,69% e 0,04%, respectivamente, pressionados pelas quedas da Cisco, que apresentou ontem resultados, e da Microsoft que foi acusada de abuso de posição pela União Europeia.

O Nasdaq perdia 0,69% para os 1.662,03 pontos enquanto o Dow Jones descia 0,04% para os 9.032,40 pontos.

Os títulos da Microsoft e da Cisco Systems eram os mais penalizadores para as praças norte-americanas, porém, por diferentes razões.

A Cisco Systems anunciou que registou lucros de 982 milhões de dólares no quarto trimestre fiscal, mais 27% que no período homólogo, em linha com as estimativas dos analistas. A empresa revelou que as vendas irão registar uma subida entre os 2% e os 4% no primeiro trimestre, face aos três meses anteriores, e irão manter-se pouco alteradas face ao mesmo período do ano passado, divulgou a empresa em comunicado. A Cisco perdia 5,52% para os 17,19 dólares (15,09 euros).

Já a Microsoft, cujos títulos depreciavam 0,27% a cotar nos 25,58 dólares (22,46 euros), pode vir a ser acusada pela União Europeia de abuso de posição dominante e forçar a companhia americana a retirar o «software» Media Player do sistema operativo Windows. Num comunicado a Comissão Europeia diz que «concedeu uma última oportunidade à Microsoft para apresentar observações antes de encerrar a sua investigação em matéria de práticas anticoncorrenciais».

A ganhar seguiam as acções da prestadora de serviços de corretagem on-line, a Ameritrade, depois de uma recomendação de compra da Merrill Lynch, com preço alvo de 11 dólares. Os títulos da corretora on-line apreciavam 5,98% para os 9,21 dólares (8,08 euros).

A Intel acompanhava a tendência dos índices e desvalorizava 0,91% para os 24,05 dólares (21,12 euros).

Ver comentários
Outras Notícias