Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Invesco aproveita fortes quedas da Mota-Engil e passa a deter 2% do capital

A empresa de gestão de investimentos passou a deter 2% do capital da Mota-Engil no dia 3 de Dezembro, depois de uma séria de quatro sessões de fortes quedas, em que a empresa acumulou uma desvalorização de 25%.

Bruno Simão/Negócios
Rita Faria afaria@negocios.pt 16 de Dezembro de 2014 às 18:52
  • Assine já 1€/1 mês
  • 15
  • ...

A Invesco Limited aproveitou as fortes quedas da Mota-Engil e passou a deter, desde 3 de Dezembro, uma participação de 2,01% no capital social da empresa, informa a construtora esta terça-feira, 16 de Dezembro, num comunicado enviado à CMVM.

 

"A Mota-Engil informa que a Invesco Limited passou a deter, desde 3 de Dezembro de 2014, uma participação no capital social da Mota-Engil, S.G.P.S, S.A. e correspondentes direitos de voto superior ao limite de 2%" através de uma série de entidades do Reino Unido, Estados Unidos e República da Irlanda, informa o comunicado.

 

Assim, naquela data, o número total de acções imputáveis à Invesco Limited passou a ser de 4.113.421, que representam 2,01% do capital social da empresa liderada por Gonçalo Moura Martins (na foto) e respectivos direitos de voto.

 

No dia 3 de Dezembro, as acções da Mota-Engil caíram 6,3% para 2,973 euros, depois de três sessões consecutivas de fortes quedas. Só neste período (de quatro sessões) os títulos da construtora desvalorizaram 24,8%. 

 

A Invesco é uma empresa independente de gestão de investimentos constituída nas Bermudas, com sede em Atlanta, Estados Unidos, e com filiais em 20 países. 

Ver comentários
Saber mais Invesco Limited Mota-Engil bolsa mercado e câmbios Reino Unido Estados Unidos República da Irlanda Gonçalo Moura Martins
Mais lidas
Outras Notícias