Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Investidores trocam tecnológicas por "blue chips" e Dow fecha em máximos de fevereiro

Os principais índices de Wall Street fecharam em alta, com os investidores a apostarem mais nas empresas de setores tradicionais em detrimento das tecnológicas, o que levou o Nasdaq a terminar o dia no vermelho.

Os mercados bolsistas europeus entraram em território “bear”.
Justin Lane/EPA
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 10 de Agosto de 2020 às 21:19
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Os investidores arriscaram esta segunda-feira abandonar as tecnológicas, que têm vindo a valorizar nas últimas semanas, e apostar mais nas empresas de atividades mais ligadas à economia "real". Resultado? O Dow Jones fechou em máximos desde finais de fevereiro, o S&P 500 também avançou e o Nasdaq deslizou ligeiramente.

O Dow Jones ganhou 1,30%, para os 27.791,44 pontos, o valor de fecho mais elevado desde 24 de fevereiro. As maiores subidas pertenceram à Caterpillar, Dow Chemicals, Boeing e Raytheon, com valorizações em torno dos 5%.

Já o índice alargado S&P 500 encerrou a avançar 0,27%, para os 3.360,47 pontos e acumula já um saldo positivo de 4,01% desde o início do ano.

O Nasdaq Composite voltou a fechar em contraciclo, cedendo 0,39%, para os 10.968,36 pontos, penalizado também pelo aumentar das tensões entre Washington e Pequim em torno das empresas tecnológicas.

Entre as grandes tecnológicas, a Apple foi a única a viver um dia positivo, ganhando 1,45%. A Amazon recuou 0,61%, a Alphabet, casa-mãe do Google, cedeu 0,10%, a Microsoft caiu 1,99% e o Facebook perdeu 2,03%.
Ver comentários
Saber mais wall street dow jones s&p 500 Nasdaq bolsas EUA EUA-China
Mais lidas
Outras Notícias