Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Jerónimo Martins e banca colocam bolsa em terreno negativo

A praça de Lisboa iniciou a sessão em queda, em sintonia com as principais pares europeias que já iniciaram a negociação, penalizada essencialmente pela Jerónimo Martins e pela banca.

Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 22 de Fevereiro de 2011 às 08:20
O PSI-20 cede 0,31% para os 7.831,36 pontos, com apenas quatro cotadas em alta e as restantes 16 no vermelho. Também nos restantes índices do Velho Continente a tónica é negativa, com os investidores a temerem que a escalada dos preços do petróleo, como consequência dos conflitos no Médio Oriente e Norte de África, ameace a recuperação da economia.

A Jerónimo Martins é a cotada que mais penaliza a bolsa nacional, ao desvalorizar 0,91% para os 11,395 euros. A companhia apresentou resultados na semana passada, que ficaram abaixo das expectativas dos analistas.

Também a banca pesa nesta tendência, com o Banco Espírito Santo (BES) a liderar as perdas, ao recuar 0,92% para os 3,022 euros. Já o Banco Comercial Português (BCP) deprecia 0,65% para os 0,615 euros, enquanto o BPI cai 0,78% para os 1,40 euros.

A queda mais acentuada da sessão é protagonizada pela Altri, no dia em que tem início o "stock split" da empresa. As suas acções desvalorizam 4,29% para os 1,583 euros. Por cada acção detida, os investidores passam a ter duas representativas do capital da Altri, arrancando a negociação com o novo valor nominal no próximo dia 25.

A travar uma queda mais acentuada da praça de Lisboa está a Portugal Telecom (PT) que ganha 0,13% para os 8,277 euros.

Ver comentários
Saber mais Bolsa PSI-20 Jerónimo Martins
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio