Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Jerónimo Martins em máximos inverte tendência do PSI-20

A bolsa nacional está de novo em alta. Depois de um arranque negativo, marcado pelas quedas da Portugal Telecom e da Brisa, a valorização da Jerónimo Martins para um novo máximo de mais de nove anos fez inverter a tendência do PSI-20. O índice principal avança 0,22%, a beneficiar também dos ganhos da EDP.

Paulo Moutinho 09 de Setembro de 2008 às 08:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...
A bolsa nacional está de novo em alta. Depois de um arranque negativo, marcado pelas quedas da Portugal Telecom e da Brisa, a valorização da Jerónimo Martins para um novo máximo de mais de nove anos fez inverter a tendência do PSI-20. O índice principal avança 0,22%, a beneficiar também dos ganhos da EDP.

A praça portuguesa segue a cotar nos 8.611,64 pontos, com oito das cotadas em alta, nove a desvalorizar e apenas três títulos inalterados. O mercado nacional, que ontem registou a melhor sessão desde meados de Julho, mantém assim a tendência positiva, uma movimentação que verifica-se também nas restantes praças europeias.

Para os fortes ganhos da última sessão contribuiu o anúncio da nacionalização da Fannie Mae e da Freddie Mac, uma intervenção do Governo dos EUA que veio dar uma forte impulso aos mercados accionistas, em especial aos títulos dos sector financeiro. O DJ STOXX Banks conseguiu ontem somar mais de 6,86%.

Em Lisboa, o BPI foi o banco que conseguiu registar o melhor desempenho. A instituição liderada por Fernando Ulrich somou mais de 6%. Hoje está a corrigir ligeiramente, recuando 0,26%. O BCP segue em alta de 0,57% para 1,232 euros e o BES ganha 0,02%.

Além da banca, a contribuir para a inversão da tendência do “benchmark” nacional estão também títulos como a Mota-Engil, que ganha 0,72%, e a EDP. A eléctrica avança 1% para 3,348 euros, uma movimentação que não é acompanhada pela Renováveis (-0,54% para 6,783 euros), nem pela Galp Energia que desce 0,52% depois de ontem ter subido mais de 6%.

O título que mais se destaca na sessão de hoje é mesmo a Jerónimo Martins. A empresa liderada por Luis Palha da Silva segue a valorizar 2,86% para 6,52 euros e tocou já um novo máximo de Fevereiro de 1999. Os títulos da dona do Pingo Doce chegaram a avançar mais de 3%.

Nas subidas, nota ainda para a valorização da Sonae SGPS, para 0,673 euros, enquanto a Sonaecom e a Sonae Indústria seguem estáveis. A Sonae Capital, que ontem inaugurou o Tróia Resort, está novamente a valorizar e segue a cotar nos 0,91 euros, a subir mais de 1%.

A impedir maiores ganhos do PSI-20, além da Galp Energia e da EDP Renováveis, destaque para a Portugal Telecom. A operadora segue a perder 0,33% para 7,51 euros, depois de ontem ter somado mais de 3%. A Zon cai 0,21%.

Ver comentários
Outras Notícias