Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

LCH Clearnet aumenta garantias que exige para negociar dívida da Irlanda

A casa de investimento anunciou esta manhã que vai aumentar a margem necessária para negociar obrigações da Irlanda para 30% do total da posição.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 17 de Novembro de 2010 às 08:43
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
Os investidores que quiserem negociar ou que detiverem obrigações da Irlanda, terão de manter um montante equivalente a 30% da sua posição em conta margem que serve de garantia à instituição especializada em intermediação e cobertura do risco de operações nos mercados financeiros.

A subida dos requisitos de margem ocorre depois de as obrigações irlandesas terem negociado “consistentemente” a uma taxa de juro que lhes confere um prémio de risco superior a 500 pontos base face a obrigações com “rating” AAA, que servem de referência para a dívida europeia, revela a Bloomberg que cita o comunicado da empresa.

A LCH é especialista em cobertura de risco em operações de mercado e permite aos seus clientes, entre outros serviços, que negoceiem montantes em dívida soberana superiores àquele que detêm em carteira. Para cobertura do risco da própria firma, o investidor tem de manter um depósito de segurança a que costuma chamar-se conta margem.

Os juros das obrigações da Irlanda com maturidade a 10 anos sobem hoje 1,4 pontos base para 8,256%. Já a divida alemã com idêntica maturidade, que normalmente serve de referência para a dívida europeia, paga uma remuneração de 2,630%, o que confere aos títulos de dívida da Irlanda um prémio de 563 pontos base.

Ver comentários
Outras Notícias