Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lehman e petróleo afundam bolsas dos EUA

As principais praças norte-americanas encerraram em forte baixa, penalizadas por uma queda de 45% da Lehman Brothers e pela descida dos preços do petróleo, que quebraram a fasquia dos 100 dólares por barril em Londres, fazendo com que os títulos energéticos registassem a perda mais acentuada dos últimos seis anos.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 09 de Setembro de 2008 às 21:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
As principais praças norte-americanas encerraram em forte baixa, penalizadas por uma queda de 45% da Lehman Brothers e pela descida dos preços do petróleo, que quebraram a fasquia dos 100 dólares por barril em Londres, fazendo com que os títulos energéticos registassem a perda mais acentuada dos últimos seis anos.

O Dow Jones fechou a ceder 2,43%, fixando-se nos 11.231,22 pontos.

O S&P 500 afundou 3,41%, para 1.224,57 pontos. Tratou-se da maior queda desde Fevereiro de 2007. Na sessão de ontem, o índice tinha registado a maior subida do último mês, impulsionado pelo resgaste por parte do governo norte-americano da Fannie Mae e da Freddie Mac.

O índice compósito Nasdaq marcou 2.209,81 pontos, com uma perda de 2,64%.

A Lehman arrastou os títulos financeiros para a queda mais pronunciada desde Julho, depois de ser anunciado que as conversações para vender uma participação ao Korea Development Bank tinham terminado sem acordo.

A Massey Energy, Valero Energy e Freeport-McMoRan Cooper & Gold caíram todas em torno de 9%, penalizadas pelas fortes perdas do petróleo e da generalidade das matérias-primas, que estão a perder a sua atractividade para os investidores devido à valorização do dólar.

Ver comentários
Outras Notícias