Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lisboa abre no vermelho pressionada por queda de mais de 2% do BCP

O PSI-20 iniciou a negociação em terreno negativo pressionado pela queda de mais de 2% do BCP, que ontem apresentou resultados já após o fecho do mercado.

A bolsa portuguesa tem sido incapaz de atrair novas empresas para o mercado de capitais português.
Miguel Baltazar
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 27 de Julho de 2021 às 08:18
  • Assine já 1€/1 mês
  • 33
  • ...
O PSI-20 abriu a deslizar 0,12%, para os 5.094,83 pontos, pressionado essencialmente pela queda de mais de 2% nas ações do BCP, uma das cotadas com maior peso no índice.

No arranque da negociação, sete empresas valorizavam, cinco seguiam inalteradas e seis recuavam.

Os títulos do banco liderado por Miguel Maya perdiam 2,34%, para os 12,50 cêntimos, no rescaldo dos resultados semestrais e revisão do plano estratégico apresentados ontem após o fecho do mercado.

Também no vermelho segue a Navigator, que hoje divulga as contas semestrais. As ações da papeleira cedem 0,60%, cotando nos 2,986 euros.

Ainda em terreno negativo estão a Semapa, que cai 0,69%, os CTT, que deslizam 0,33%, a Corticeira Amorim, que recua 0,18%, e a Sonae, que perde 0,12%.

Pela positiva destaca-se a Galp, com um avanço de 0,45%, para 8,546 euros, bem como a EDP, que sobe 0,62%, para os 4,560 euros, e a Jerónimo Martins, com um ganho de 0,27%, até aos 16,61 euros.
Ver comentários
Outras Notícias