Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lisboa cai, puxada pela energia

O PSI encerrou em terreno negativo, contrariando a tendência europeia. Quase todas as energéticas fecharam com perdas.

O índice português de referência valorizou mais de 8% no trimestre, naquele que foi o melhor desempenho entre as praças desenvolvidas.
Tiago Sousa Dias
  • Partilhar artigo
  • 11
  • ...
A Bolsa de Lisboa encerrou a sessão no vermelho, com o PSI, o índice de referência, a recuar 0,50%, para os 6.210,24 pontos, em contraciclo com as principais praças europeias, que esta quarta-feira seguiam todas a valorizar.

O dia terminou com nove das 15 cotadas do principal índice nacional a perder e seis a ganhar.

O setor da energia esteve todo em baixa, com exceção da Greenvolt. A EDP Renováveis foi a cotada que mais perdeu, 1,51%, mas também EDP (-1,09%), Galp (-0,85%) e REN (-0,72%).

Também a desvalorizar na sessão desta quarta-feira estiveram a Corticeira Amorim (-1,32%), a Nos (-1,21%), a Sonae (-0,95%), a Jerónimo Martins (-0,71%) e Mota-Engil (-0,16%).

Em sentido contrário, com ganhos significativos, destaque para o setor do papel, com a Altri a fechar a sessão no topo da lista, a ganhar 1,87%. Navigator e Semapa também fecharam no verde, a ganhar 1,58% e 0,41%, respetivamente.

Ainda com ganhos, a Greenvolt fechou a subir 0,83%, o BCP 0,73% e os CTT 0,59%.
Ver comentários
Outras Notícias