Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lisboa fecha "no verde" com Galp a liderar ganhos com subida acima de 5%

A bolsa de Lisboa regista a segunda sessão de ganhos neste início de 2022. A Galp liderou os ganhos, a valorizar mais de 5%.

A partir de março de 2022, o índice de referência nacional muda de nome e passa a chamar-se apenas PSI.
Miguel Baltazar
Cátia Rocha catiarocha@negocios.pt 04 de Janeiro de 2022 às 16:44
  • Partilhar artigo
  • 21
  • ...
A bolsa de Lisboa fechou em terreno positivo pela segunda sessão consecutiva neste arranque de 2022. Assim, o PSI-20 avançou 0,58% para 5.670,45 pontos, com nove cotadas a terminar o dia em terreno positivo e dez em queda.

A Galp Energia destacou-se nas subidas, com os títulos da empresa liderada por Andy Brown a valorizar 5,13% para 9,178 euros, um máximo de dois meses. A empresa foi incluída na lista de possíveis vencedores de 2022 do Bernstein, que classificou a cotada portuguesa como "outperform". O banco de investimento apontou como "uma oportunidade atrativa de investimento" várias cotadas europeias do setor da energia, como a BP, a Shell ou a Repsol, também classificadas como "outperform". De acordo com a análise de Oswald Clint, numa nota citada pela Bloomberg, eram destacados o "impulso financeiro, operacional e de ESG" destas empresas. 

A sessão também foi positiva para o BCP, que viu os títulos valorizar 2,68% para 0,1493 euros. Os títulos da empresa chegaram a subir quase 3% ao longo da sessão, mesmo num dia em que as ações do BCP foram alvo de uma revisão em baixa do preço-alvo pela financeira Autonomous Research LLP (que pertence ao grupo AllianceBernstein). 

Também a Jerónimo Martins esteve em destaque, com os títulos a valorizar 1,79% para 20,52 euros por ação. 

Já os pesos-pesados do grupo EDP terminaram a sessão no vermelho. A EDP Renováveis registou a maior descida esta terça-feira, com os títulos a ceder 2,45% para 21,48 euros, enquanto a casa-mãe fechou no vermelho por pouco: a EDP cedeu 0,02%, com os títulos a cotar nos 4,879 euros. 

Num dia em que mais de metade das cotadas fechou no vermelho, a Ibersol desvalorizou 1,13% (5,26 euros), a Corticeira Amorim caiu 0,89% (11,10 euros) e os CTT cederam 0,65% (4,62 euros). Nas telecomunicações, a Nos caiu 0,63%, fechando o dia a cotar nos 3,44 euros. 

Entre os ganhos, nota ainda para a Pharol, que valorizou 3,78% (0,0796 euros) e para a Mota-Engil, que registou ganhos de 1,85% (1,319 euros). A Navigator avançou 0,95% para 3,398 euros, a Greenvolt apreciou 0,77% (6,52 euros) e a Ramada avançou 0,56% (7,2 euros).

(notícia atualizada)
Ver comentários
Saber mais mercados bolsa PSI-20
Outras Notícias