Trading Luta pela bolsa de Madrid aquece com o interesse de Frankfurt

Luta pela bolsa de Madrid aquece com o interesse de Frankfurt

A disputa pela BME ganhou novos contornos Depois da bolsa da Suiça e da Euronext, agora é a vez da bolsa de Frankfurt se mostrar interessada na compra da rival.
Luta pela bolsa de Madrid aquece com o interesse de Frankfurt
EPA
Gonçalo Almeida 19 de novembro de 2019 às 12:02
A corrida à compra da Bolsas y Mercados Españoles (BME) aqueceu e tem agora um novo concorrente. A Deutsche Boerse, sediada em Frankfurt, na Alemanha, juntou-se à Euronext e à suíça SIX Group, na lista de interessados pela aquisição da rival espanhola, segundo o jornal La Información

Segundo o jornal, a cobiça da bolsa de Frankfurt pela compra da bolsa de Madrid não é nova, mas ganhou mais força depois de a bolsa da Suíça ter tomado a dianteira e ter feito uma proposta de 2,84 mil milhões de euros, o que equivale a uma oferta de 34 euros por ação em 'cash', na passada segunda-feira, dia 18 de novembro.

Este anúncio da proposta surgiu umas horas depois de a Euronext, dona da bolsa de Lisboa, ter feito um comunicado a mostrar o seu interesse pela compra da BME. Os dois factos levaram a BME a valorizar quase 40% na sessão de ontem. 

No entanto, tal como o interesse da Euronext, também a vontade da Deutsche Boerse está ainda numa fase embrionária e de aproximação aos acionistas do grupo madrileno, o que poderá dar uma vantagem à bolsa da Suíça, que preparou, de forma sigilosa, o "ataque" à bolsa de Madrid. A BME descreveu a oferta da Six Group como "amigável" e que refletia o seu real valor.

As operadoras de mercados de ações têm olhado para novos negócios, com o objetivo de melhorar a eficiência e cortar custos. É o caso da Euronext, que recentemente assumiu o interesse na aquisição das bolsas de Madrid e Milão, como parte do programa de consolidação da empresa, que este ano já tinha garantido o controlo da bolsa de Oslo e no ano passado o Irish Stock Exchange. Estas duas operadoras juntaram-se ao portefólio da Euronext, liderada por Stephane Boujnah, que já detinha as bolsas de Lisboa, Amesterdão, Bruxelas, Londres, e Paris.

A bolsa de Frankfurt, que detém os índices Stoxx, que reúnem as maiores cotadas da Europa, o sistema de liquidação Clearstream e o mercado de derivados Eurex, pretende também alargar a sua carteira de negócios e juntar a BME, que é detentora da bolsa de Madrid, Barcelona, Valência e Bilbau.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI