Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Microsoft afunda mais de 11% e pressiona fecho das bolsas norte-americanas

As praças norte-americanas fecharam a recuar pressionadas pela Microsoft, depois da empresa de Bill Gates ter anunciado previsões de resultados para este ano que ficaram abaixo das estimativas dos analistas.

Paulo Moutinho 28 de Abril de 2006 às 21:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As praças norte-americanas fecharam a recuar pressionadas pela Microsoft, depois da empresa de Bill Gates ter anunciado previsões de resultados para este ano que ficaram abaixo das estimativas dos analistas.

O índice industrial Dow Jones [indu] cotou nos 11.366,58 pontos a cair 0,11% enquanto o Nasdaq [ccmp] deslizou 0,95% para os 2.322,58 pontos.

A empresa de Bill Gates anunciou ontem, após o fecho do mercado, que para este ano fiscal, que tem início em Julho, os seus lucros vão ser entre 1,36 e 1,41 dólares por acção, um intervalo que ficou abaixo das estimativas dos analistas consultados pela Thomson Financial, que apontavam para lucros de 1,53 dólares por acção.

Em reacção às previsões do gigante do software e também a reflectir as revisões em baixa feitas por bancos de investimento como o Citigroup e o CIBC, as acções da Microsoft afundaram 11,38% para os 24,15 dólares.

A pressionar fecharam ainda a IBM e a Wal Mart com quedas de 1,93% e de 1,25%, respectivamente enquanto a JP Morgan contrariou com ganhos de 3,07% para os 45,30 dólares.

Ver comentários
Outras Notícias