Bolsa "Hedge fund" Millennium também apostou na queda do BCP

"Hedge fund" Millennium também apostou na queda do BCP

A Millennium International Management, gestora liderada pelo multimilionário Israel Englander, abriu uma posição para lucrar com a queda do BCP nas vésperas do banco ser afastado do índice MSCI Global.
"Hedge fund" Millennium também apostou na queda do BCP
Rui Barroso 03 de junho de 2016 às 00:01
A Millennium International Management abriu uma posição para lucrar com a queda do BCP nas vésperas do banco ser afastado do índice MSCI Global. A gestora liderada pelo multimilionário norte-americano Israel Englander construiu, a 30 de Maio, uma posição curta equivalente a 0,51% do capital do BCP, segundo dados divulgados pela CMVM. No final de 2013 a Millennium já havia estado activa no mercado português para tentar lucrar com a descida da antiga PT SGPS.

No caso do BCP, a aposta na descida foi breve. No dia seguinte à abertura da posição, a Millennium International Management reduziu a posição curta para 0%.  Nessa sessão, de 31 de Maio, as acções perderam 2,78%. A liquidez esteve bastante acima do normal com os investidores a anteciparem-se à exclusão do BCP de um dos índices de referência mundiais. A decisão da MSCI foi revelada a 12 de Maio mas apenas teve efeitos a 1 de Junho.

Também a GLG Partners reduziu a dimensão da aposta na descida na última sessão de Maio, baixando a posição curta sobre o capital de 0,93% para 0,76%. Na sessão seguinte, de 1 de Junho, as acções do banco derrocariam 10,82%, com Nuno Amado a explicar a descida como uma "correcção" devido ao BCP sair do MSCI Global. Ainda nessa sessão, o Goldman Sachs fez uma nota a classificar o banco português como um dos mais expostos a sofrer paralelismos com o Banco Popular.

A pressão nas acções levou a CMVM a proibir as vendas a descoberto durante quinta-feira. Mas, apesar de terem negociado no "verde" durante quase toda a sessão, nos momentos finais de negociação quebraram, acabando por encerrar a perder 2,24% para 0,0267 euros, um novo mínimo histórico.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI