Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Monsanto recebeu oferta de compra da Bayer

A Monsanto confirmou esta quinta-feira que recebeu uma oferta não solicitada da Bayer. A maior produtora de sementes a nível mundial tem uma capitalização bolsista de 42 mil milhões de dólares.

Oferta da monsanto em maio no 'top': Em Maio, surgiu também a quinta proposta mais elevada do ano. A oferta da Monsanto, a 8 de Maio, para adquirir a suíça Syngenta, por 44,6 mil milhões de dólares, foi logo rejeitada pela empresa agrícola. No entanto, deixou a porta aberta para as negociações.
Bloomberg
Vera Ramalhete veraramalhete@negocios.pt 19 de Maio de 2016 às 08:58
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A Bayer quer comprar a Monsanto. A empresa do sector agrícola confirmou esta quinta-feira que recebeu uma proposta não solicitada da farmacêutica dona da Aspirina, indica a Bloomberg. O negócio estava já a ser avançado por fontes não identificadas e surge numa altura em que a queda dos preços das matérias-primas agrícolas está a suscitar movimentos de consolidação no sector. As acções da Bayer estão a cair 6%.

A maior produtora de sementes a nível mundial não revelou os valores envolvidos na oferta. Actualmente avaliada em 42 mil milhões de dólares (37,2 mil milhões de euros), a oferta de um prémio pela Monsanto deverá elevar esta aquisição para a maior do sector este ano. A maior aquisição no sector agro-químico este ano é a oferta lançada pela ChemChina para comprar a Syngenta, por 43 milhões de dólares. A empresa suíça era o alvo de aquisição pela Monsanto, o ano passado, mas o negócio falhou.

No caso da Monsanto e da Bayer - bem como na aquisição da Syngenta pela ChemChina - os negócios suscitam questões junto dos reguladores, que podem travar o seu sucesso. A aquisição criaria a maior empresa do mundo no sector das sementes e dos químicos para a agricultura. O conselho de administração da Monsanto indicou estar a analisar a proposta, salientando que não é ainda definitiva.  

"Apesar da consolidação que está a decorrer no mercado de agro-químicos, acreditamos que não há necessidade de a Bayer se apressar neste negócio com a Monsanto", comenta o Bankhaus Lampe, citado pela Bloombeg. "Vemos oportunidades suficientes a surgir nas transacções de fusões e aquisições pendentes na indústria para comprar activos a preços melhores e com perfis de risco mais favoráveis, comenta o banco numa nota para investidores.

As acções da Bayer estão a cair 6,24% para 90,22 euros. Já quebraram a fasquia dos 90 euros por acção durante a sessão ao perderem um máximo de 7,08% para 89,41 euros. As preocupações com a o financiamento necessário para a aquisição e o possível impacto no "rating" da empresa estão a pressionar as acções, em Frankfurt. Na bolsa de Nova Iorque, a Monsanto encerrou a última sessão a cair 0,6% para 97,13 dólares.

Ver comentários
Saber mais Monsanto Bayer fusões aquisições M&A consolidação acções
Mais lidas
Outras Notícias