Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Mota-Engil ganha mais de 6% e cimenta subida do PSI-20

A bolsa nacional terminou o dia a negociar no verde, pela segunda sessão consecutiva, com apoio da grande maioria dos títulos. A maior subida foi registada pela construtora Mota-Engil.

O Haitong Bank prevê um abrandamento das fusões e aquisições e das admissões em bolsa, provocado pela pandemia.
Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 25 de Maio de 2020 às 16:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • 13
  • ...
A praça portuguesa começou a semana com o pé direito, tendo terminado a sessão desta segunda-feira, dia 25 de maio, a subir 0,84% para os 4.276,97 pontos.

No resto da Europa, os ganhos foram ligeiramente superiores, com os investidores a olharem para a reabertura das economias com otimismo, depois de os dados mais recentes sobre a propagação da covid-19 terem mostrado uma diminuição do contágio em algumas regiões. 

A dar força esteve também o sentimento dos negócios na Alemanha, que subiu mais do que o esperado em maio, depois de alguns meses "catastróficos", segundo o presidente do Ifo, instituto de estatística alemão, Clemens Fuest. 

Por cá, o índice PSI-20 viu quinze das suas cotadas terminarem a negociar de forma positiva e uma empresa a contrariar a onda "verde". O restante título terminou de forma estável. 

A maior subida do do dia foi para a construtora Mota-Engil, que escalou 6,01% para os 1,234 euros por ação, tendo mesmo chegado a tocar em máximos de 17 de abril a meio da sessão.

Com uma toada ascendente esteve também o grupo EDP, com a empresa liderada por António Mexia a subir 1,54% para os 4,285 euros, enquanto que a EDP Renováveis ganhou 2,27% para os 11,72 euros por ação. A Nos (+1,96%) e o BCP (+0,66%) conseguiram também fechar o dia com subidas.

No setor do retalho o sentimento foi misto. Enquanto que a dona do Continente, a Sonae, valorizou 0,74% para os 67,75 cêntimos por ação, a dona do rival Pingo Doce, a Jerónimo Martins, caiu 1,90% para os 15,00 euros por ação.

Grupo Ibersol, dono dos restaurantes Pizza Hut, Burger King, Pans e KFC, valorizou 88% desde a última segunda-feira, dia 18 de maio, altura em que se deu início à segunda fase de desconfinamento em Portugal, que decretou a reabertura de alguns estabelecimentos comerciais e restaurantes ainda com lotação limitada. Apesar de ter chegado a subir mais de 9% no dia de hoje, terminou a sessão com um ganho mais modesto (+0,29%).
Ver comentários
Saber mais PSI-20 bolsa mercados Euronext cotadas empresas índice nacional Lisboa Europa
Mais lidas
Outras Notícias