Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Movimento de vendas no sector da energia volta a pressionar Wall Street

As bolsas norte-americanas regressaram às quedas, a cederem mais de 1,5%, fortemente penalizadas pela desvalorização dos títulos ligados à energia numa sessão em que os preços do petróleo afundaram mais de 4%.

Bloomberg
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 10 de Dezembro de 2014 às 21:30
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...

O Dow Jones encerrou a ceder 1,51% para 17.533,15 pontos, e o Standard & Poor’s 500 recuou 1,6% para 2.026,15 pontos. o tecnológico Nasdaq Composite desvalorizou 1,73% para 4.684,02 pontos.

 

As praças do outro lado do Atlântico acompanharam assim o movimento negativo das principais bolsas mundiais.

 

A dar o mote às quedas esteve, uma vez mais, o sector energético. Os títulos associados à energia têm estado a ser fortemente castigados pelo mergulho sucessivo das cotações do crude nos principais mercados internacionais, que hoje caíram para mínimos de cinco anos.

 

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), que na reunião de Novembro decidiu não cortar o plafond de produção [medida que poderia ajudar a uma retoma dos preços, mas que não avançou devido à objecção da maioria dos 12 membros do cartel], veio hoje rever em alta as suas estimativas para o próximo ano, dizendo que a procura pelo seu petróleo será em 2015 a mais débil dos últimos 12 anos.

 

Isto num contexto de diminuição da procura mundial e de aumento da produção norte-americana desta matéria-prima a partir do xisto betuminoso.

Ver comentários
Saber mais Wall Street bolsa S&P 500 Dow Jones Nasdaq Composite
Outras Notícias