Bolsa Nos e Jerónimo Martins impulsionam bolsa

Nos e Jerónimo Martins impulsionam bolsa

A empresa liderada por Miguel Almeida está em alta depois de ter anunciado os resultados do trimestre. A banca está em queda.
A carregar o vídeo ...
Nuno Carregueiro 27 de abril de 2016 às 08:14

A bolsa nacional abriu em terreno positivo, em linha com as praças europeias, apesar de ontem a Apple ter apresentado resultados abaixo do esperado.

 

O PSI-20 valoriza 0,26% para 5.042,56 pontos, com oito cotadas em alta, sete em queda e três sem variação.

 

A Nos destaca-se em Lisboa com uma valorização de 0,85% para 6,14 euros, depois de ontem a companhia liderada por Miguel Almeida ter anunciado que os resultados líquidos do primeiro trimestre aumentaram 5% para 24,4 milhões de euros. O Caixa BI previa uma queda dos lucros de 12,5% para 20,3 milhões de euros. 

 

A Jerónimo Martins é contudo a cotada que mais puxa pelo PSI-20, com uma subida de 1,02% para 14,325 euros. Ainda do lado dos ganhos a Mota-Engil soma 3,03% para 1,835 euros e a Semapa avança 2,57% para 11,365 euros.

 

O sector financeiro impede maiores ganhos no PSI-20, com o BCP a recuar 0,26% para 0,381 euros e o BPI a descer 0,28% para 1,085 euros, continuando assim abaixo do preço da OPA do CaixaBank. O espanhol Santander anunciou que fechou o primeiro trimestre com um resultado líquido de 1,63 mil milhões de euros, um valor que traduz uma queda de 5% face ao registado no período homólogo.

Nas bolsas europeias continuam a ser os resultados das cotadas que ditam a evolução dos índices. Além do Santander, também o Barclays reportou uma queda nos lucros. Ontem depois do fecho de Wall Street a Apple anuncou a primeira queda de receitas em 13 anos e desiludiu as previsões dos analistas.

 

 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI