Bolsa Perdas da Galp Energia e da JM levam PSI-20 a cair quase 1%

Perdas da Galp Energia e da JM levam PSI-20 a cair quase 1%

O principal índice da praça de Lisboa inverteu o sentimento positivo do arranque da sessão e segue a cair mais de 0,8%. Entre as restantes congéneres europeias não se verifica uma tendência definida.
Perdas da Galp Energia e da JM levam PSI-20 a cair quase 1%
Miguel Baltazar/Negócios
Ana Laranjeiro 05 de janeiro de 2016 às 09:56

A bolsa de Lisboa inverteu o sentimento positivo do arranque da sessão e segue agora do lado das perdas. O PSI-20 desce 0,82% para 5.188,06 pontos, com 10 cotadas em queda, seis em alta e uma inalterada.

Entre as restantes congéneres europeias não se verifica uma tendência definida. Tal como Lisboa, também o índice francês CAC 40 segue do lado das perdas (descendo 0,39%), bem como o principal índice grego (que cai 0,59%) e a principal praça holandesa (que desliza 0,24%). As restantes bolsas estão em terreno positivo, com o italiano FTSE MIB a liderar as valorizações, subindo 0,72%. O Stoxx 600, índice de referência e que engloba as 600 empresas mais importantes do Velho Continente, cresce 0,30%.

Na Ásia, o dia tinha sido já, sobretudo de perdas. Em Tóquio, o Nikkei encerrou a deslizar 0,42% e o Topix cedeu 0,33%. Na China, as autoridades impediram maiores quedas no mercado de capitais esta terça-feira com os fundos controlados pelo Estado a comprar títulos. Isto depois da queda no arranque do ano de 7% na bolsa chinesa, que arrastou os mercados de todo o mundo. Esta terça-feira o dia começou positivo, mas a volatilidade acabou novamente por tomar conta do mercado, acabando o Shanghai Composite por cair 0,26%.

Na bolsa de Lisboa, os títulos da Galp Energia e da retalhista Jerónimo Martins são os que mais penalizam a negociação. A petrolífera cai 3,37% para 10,03 euros, numa altura em que os preços do petróleo estão a cair nos mercados internacionais. Esta evolução da matéria-prima tem lugar quando o mercado aguarda pela divulgação dos dados relativos às reservas norte-americanas, segundo a Bloomberg. O Brent do Mar do Norte, negociado em Londres e que serve de referência para as importações europeias, desce 0,48% para 37,04 dólares por barril.

Ainda no sector energético, as restantes cotadas não acompanham esta tónica negativa. A EDP soma 0,03% para 3,186 euros, a EDP Renováveis avança 0,52% para 7,305 euros e a REN cresce 0,64% para 2,838 euros.

A retalhista Jerónimo Martins desvaloriza 1,63% para 11,445 euros. A Sonae cede 0,57% para 1,046 euros.

Na banca, o BPI lidera as desvalorizações, caindo 3,71% para 1,117 euros. O Negócios, na edição desta terça-feira, noticia que BPI abre a porta a negociar com Isabel dos Santos. E que o BPI arrisca uma multa diária se falhar o prazo imposto pelo BCE. O BCP desce 0,62% para 4,79 cêntimos.

A Nos soma 0,08% para 7,182 euros. A Pharol perde 0,76% para 26,1 cêntimos.

 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI