Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Petrolíferas suportam bolsas da Europa

As principais praças europeias seguiam praticamente inalteradas, com as empresas do sector automóvel e petrolífero a impedirem a queda dos índices. O Dow Jones Stoxx 50 seguia nos 3.337,67 pontos, a cair 0,04%.

Paulo Moutinho 13 de Dezembro de 2005 às 11:51
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As principais praças europeias seguiam praticamente inalteradas, com as empresas do sector automóvel e petrolífero a impedirem a queda dos índices. O Dow Jones Stoxx 50 seguia nos 3.337,67 pontos, a cair 0,04%.

O petróleo está hoje a aliviar dos ganhos superiores a 3% ontem acumulados. O West Texas Intermediate (WTI) [cl1], negociado em Nova Iorque, recuava 0,16% para os 61,20 dólares e o «brent» [co1], transaccionado em Londres, cedia 0,27% para os 59,28 dólares.

O índice dos fabricantes europeus automóveis avançava 0,33%, impulsionado pela subida da recomendação de «market weight» para «overweight» feita pela casa de investimento Credit Suisse First Boston para as acções das empresas europeias do sector automóvel.

O Ibex [ibex] registava a maior queda da sessão ao recuar 0,17% para os 10.522,10 pontos, pressionado pelas quedas de 0,54% do BBVA e de 0,19% do Santander. A petrolífera Repsol avançava 0,80% para os 25,25 euros.

O alemão DAX [dax] cotava nos 5,292,97 pontos em queda de 0,16%, com a seguradora Allianz liderava as quedas, recuando 0,75% para os 125,60 euros.

A eléctrica E.On descia 0,47% para os 81,33 euros, depois do regulador germânico avisar a empresa de que vai banir alguns contratos de concessão de gás natural por alegadamente violarem a legislação alemã e europeia. A BMW beneficiava da recomendação em alta do Credit Suisse e ganhava 0,325 para os 37,68 euros e a Siemens ganhava 1,62% depois do Deutsche Bank recomendar a compra das acções da empresa.

O Footsie [ukx] seguia pouco alterado nos 5.503,30 pontos a avançar 0,03%, com as subidas de 0,79% da BP e de 0,56% da Shell a suportarem as quedas dos restantes títulos. A Vodafone descia 0,97% para os 127 pence.

O AEX [aex] avançava 0,03% para os 432,95 pontos, com a Shell a valorizar 0,56% e a Unilever a ganhar 0,78%. A ABN Amro caía 0,60% para os 21,49 euros e a financeira INg Groep descia 0,03%.

O CAC [cac] seguia praticamente inalterado nos 4.673,62 pontos, com a queda de 0,60% da France Télécom a ser suportada pela subida de 0,75% da Total para os 215,90 euros.

Outras Notícias