Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal Telecom sobe 2% e leva bolsa nacional a atenuar perdas

A bolsa nacional desce 0,22%, com o ganho da Portugal Telecom a impedir que o índice de referência português acompanhe o ritmo de descida das suas pares europeias. As principais praças europeias descem cerca de 1% depois de ontem a Moody’ ter ameaçado reduzir a notação de crédito da dívida soberana espanhola.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 01 de Julho de 2010 às 12:16
  • Partilhar artigo
  • 4
  • ...
A bolsa nacional desce 0,22%, com o ganho da Portugal Telecom a impedir que o índice de referência português acompanhe o ritmo de descida das suas pares europeias. As principais praças europeias descem cerca de 1% depois de ontem a Moody’ ter ameaçado reduzir a notação de crédito da dívida soberana espanhola.

O índice PSI-20 negoceia nos 7.049,83 pontos, com quatro cotadas a subir, 14 a descer e duas a negociarem inalteradas. A maioria das cotadas nacionais acompanha o pessimismo que se faz sentir nos restantes mercados europeus, num dia em que o índice de referência Stoxx 600 desce 1,2%.

Por cá, a cotada que mais pressiona é a Galp Energia, que desce 1,22% para 12,15 euros e acompanha a desvalorização do petróleo. O índice das petrolíferas que integram o Stoxx 600 desce 1%.

Também a pressionar está o sector da banca, com o BCP a depreciar 1,29% para 0,612 euros e o BES a recuar 0,80% para 3,224 euros por acção. O BPI perde 0,72% para 1,52 euros.

A Portugal Telecom progride 2,62% para 8,294 euros e impede uma maior descida do índice. Ontem o governo impediu a venda da participação da PT na Vivo por 7,15 mil milhões de euros à Telefónica. Os analistas consideram “positivos” os desenvolvimentos recentes em torno da oferta pela Vivo, que apontam para uma resolução para o impasse no curto prazo.

De resto todo o sector das telecomunicações portuguesas negoceia em alta, com a Zon Multimédia a apreciar 0,97% para 3,213 euros e a Sonaecom a progredir 0,58% para 1,389 euros.

Pela negativa destaca-se a Brisa, que declina 1,79% para 4,886 euros e a cimenteira Cimpor, que recua 1,34% para 4,56 euros.

Veja também:

As cotações de todas as acções da Bolsa portuguesa

O resumo do dia do índice PSI-20

As maiores subidas e maiores descidas do PSI-20

Os preços-alvo para as cotadas portuguesas

As estatísticas das acções portuguesas

A análise técnica de todas as cotadas portuguesas

A evolução de todos os fundos comercializados em Portugal


Ver comentários
Outras Notícias