Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Powell tranquiliza Wall Street e há novos recordes

As bolsas do outro lado do Atlântico encerraram em alta, com exceção do Nasdaq, depois de o presidente da Fed reiterar que a subida da inflação no país será transitória.

É um ano louco. As bolsas americanas caíram nos últimos dois dias, depois de ter recuperado todas as perdas do ano um dia antes.
Reuters
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 14 de Julho de 2021 às 21:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O índice industrial Dow Jones fechou a somar 0,13%, para se fixar nos 34.933,23 pontos.

 

Já o Standard & Poor’s 500 avançou 0,12%, para 4.374,30 pontos, muito perto de um recorde de fecho. Durante a sessão estabeleceu um novo máximo histórico, nos 4.393,68 pontos.

 

Em contrapartida, o tecnológico Nasdaq Composite desvalorizou 0,22% para 14.644,95 pontos. No entanto, na negociação intradiária chegou a fixar o valor mais alto de sempre, nos 14.790,55 pontos.

 

Jerome Powell, presidente da Reserva Federal dos EUA, afirmou hoje que o mercado laboral do país ainda "está muito longe" dos progressos que a Fed pretende para poder reduzir os apoios à economia.

Já sobre a inflação, com os dados desta terça-feira a revelaram a maior subida nos preços nos EUA em 13 anos, o líder da Fed comentou que "a inflação subiu de forma notável e irá provavelmente continuar elevada nos próximos meses antes de moderar".

 

Apesar de o aumento de preços levantar preocupações, o líder da Fed apontou que a subida da inflação está ligada à reabertura da economia.

 

Estas declarações de Powell, que depois perante o Congresso reiterou que a atual subida dos preços é transitória, acabaram por trazer algum alívio aos investidores – que têm receado que o aumento da inflação leve a uma subida dos juros diretores mais cedo do que o previsto e a uma retirada dos estímulos também antes do que se espera.

 

Ainda assim, o índice tecnológico acabou por não conseguir sustentar os ganhos e cedeu na reta final do dia para finalizar no vermelho.

Ver comentários
Saber mais wall street dow jones s&p 500 Nasdaq bolsas EUA
Outras Notícias