Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Praças europeias recuam para terreno negativo pressionadas por indicador económico

Após terem registado, na sessão anterior, a maior subida em sete semanas, as principais praças europeias voltaram a desvalorizar.

Bloomberg
Daniela Rocha Gonçalves dgoncalves@negocios.pt 23 de Abril de 2014 às 17:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Os mercados europeus fecharam a sessão desta quarta-feira, 23 de Abril, em queda, depois de ontem terem registado a maior subida em sete semanas. As principais praças europeias foram pressionadas pela queda inesperada na venda de casas nos Estado Unidos.   

 

As vendas de habitações nos Estados Unidos caíran 14,5% para 384.000, segundo o Departamento de Comércio do país. Os dados contrariaram as expectativas dos economistas consultados pela Bloomberg que apontavam para que as vendas atingissem as 450.000.

 

O mau desempenho nas vendas nos Estados Unidos fez-se sentir nas principais praças europeias. O índice Stoxx 600, que reúne as 600 principais cotadas da Europa, caiu 0,59% para 335,05 pontos.

 

O índice português, PSI-20, recuou 1,20% para 7.454,03 pontos. O vizinho ibérico, IBEX, caiu 0,13% para 10.424,40 pontos. O italiano Mibel desvalorizou 1,185 para 1.675,75 pontos.

 

O inglês Footsie desvalorizou 0,11% para 6.674,74 pontos. A evitar maiores perdas na bolsa londrina esteve a Associated British Foods que avançou 8,82% para 2.962 pence. O maior ganho da companhia em seis anos deu-se na sessão desta quarta-feira, após a retalhista Primark, pertencente ao grupo, ter anunciado um aumento nas receitas na ordem dos 26% e a abertura de novas lojas nos Estados Unidos.

 

O francês CAC40 perdeu 0,74% para 4.451,08 pontos. O alemão DAX desvalorizou 0,58% para 9.544,19 pontos. O índice grego deslizou 2,60% para 396,93 pontos, registando a maior queda da sessão, num dia em que o Eurostat revelou que a Grécia tem a maior dívida da União Europeia (175,1% do PIB).

 

O índice holandês AEX recuou 0,24% para 397,34 pontos. A pressionar a bolsa holandesa esteve a petrolífera Royal Vopak que caiu 7,78% para 38,58 euros, o preço mais baixo desde Novembro de 2011, depois da empresa ter anunciado previsões de quebras nas receitas entre os 5% e os 10% para este ano.

Ver comentários
Saber mais Mibel Footsie CAC40 DAX PSI-20 IBEX AEX Stoxx 600 Bolsa
Outras Notícias