A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Praças do Velho Continente fecham primeira sessão do ano em alta

As bolsas europeias terminaram em forte alta, com os investidores a especularem que os governos vão intensificar os esforços para revitalizar a economia global.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 02 de Janeiro de 2009 às 17:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
As bolsas europeias terminaram em forte alta, com os investidores a especularem que os governos vão intensificar os esforços para revitalizar a economia global.

O Dow Jones Stoxx 600 acumula já um ganho de 5,9% esta semana.

"Estamos a virar a página", comentou à Bloomberg um gestor de fundos da Ofi Patrimoine, Jacques Porta. "Deixámos para trás a página do pânico e da recessão profunda", acrescentou.

Em Madrid, o IBEX ganhou 3,16%, fixando-se nos 9.486,30 pontos. O Banco Santander e a Telefónica foram os títulos que mais contribuíram para a tendência positiva.

O DAX subiu 3,39%, estabelecendo-se nos 4.973,07 pontos, com 28 das 30 acções em alta. A Siemens, E.ON e Volkswagen foram as acções que mais pesaram na valorização do índice da Bolsa de Frankfurt.

Na praça londrina, o FTSE100 encerrou a ganhar 2,88%, para os 4.561,79 pontos. Os títulos que mais influenciaram a tendência foram a BP e a Royal Dutch Shell. O grupo mineiro Rio Tinto disparou 10%, impulsionado pela quarta sessão consecutiva de subida dos preços do cobre.

Em Paris, o CAC fechou a marcar 3.349,69 pontos, o que correspondeu a um acréscimo de 4,09% face ao fecho de quarta-feira. A Total e o BNP Paribas foram os pesos-pesados que mais marcaram esta tendência do índice parisiense.

O AEX acompanhou o movimento positivo da Europa, fixando-se em 258,23 pontos, com um ganho de 5%. A Shell, a ArcelorMittal e a Unilever foram as acções que mais influenciaram a boa "performance" do índice de Amesterdão.



Veja também:

As cotações dos principais índices
A evolução das acções das bolsas de
Espanha, França, Holanda e Alemanha

Ver comentários
Outras Notícias