Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 acelerou para máximo de três meses com Galp a dar energia

A praça lisboeta negociou no valor mais alto desde 25 de agosto numa sessão em que a subida próxima de 4% da Galp Energia foi a que mais impulsionou.

Miguel Baltazar
David Santiago dsantiago@negocios.pt 23 de Novembro de 2020 às 16:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • 13
  • ...
O índice PSI-20 encerrou a sessão desta segunda-feira, 23 de novembro, a somar 0,57% para 4.449,39 pontos, com 10 cotadas em alta e sete em queda. Na segunda subida seguida, o principal índice nacional transacionou em máximos de 25 de agosto. 

A praça lisboeta acompanhou assim a tendência de ganhos observada nas principais bolsas europeias, isto num dia em que também o índice de referência europeu valoriza pela segunda sessão, o que permite mesmo ao Stoxx600 tocar na cotação mais elevada desde 27 de fevereiro. Os setores do petróleo, da banca e das matérias-primas registam as maiores subidas no velho continente, enquanto o setor das telecomunicações impediu maiores valorizações na Europa. 

A contribuir para o otimismo dos investidores está a notícia de que AstraZeneca desenvolveu, em parceria com a Universidade de Oxford, uma vacina com uma eficácia média testada de 70%. 

Em Lisboa, foi a Galp Energia que mais brilhou, com a petrolífera a somar 3,89% para 9,196 euros. Também a impulsionar estiveram a Mota-Engil e o BCP, com a construtora a ganhar 3,24% para 1,404 euros e o banco a apreciar 1,71% para 11,27 cêntimos. 

Nota positiva também para o setor do retalho e do papel. Entre as retalhistas o principal destaque coube à Sonae, que subiu 1,88% para 62,45 cêntimos, mas também a Jerónimo Martins (+0,65% para 14,02 euros) terminou o dia em terreno positivo. A Sonae subiu no dia em que os analistas do CaixaBank/BPI disseram que os títulos da retalhista estão baratos, detendo um potencial de valorização de 80%.

No setor do papel, a Semapa cresceu 2,34% para 8,32 euros, a Navigator ganhou 1,05% para 2,308 euros e a Altri somou 0,54% para 4,134 euros. 

A Galp foi mesmo a única cotada do setor energético a valorizar, já que EDP (-0,82% para 4,482 euros), EDP Renováveis (-0,11% para 17,58 euros) e REN (-1,55% para 2,225 euros) fecharam no vermelho. 

A travar uma subida mais expressiva do PSI-20 estiveram ainda a Ibersol (-2,50% para 4,29 euros) e os CTT (-1,64% para 2,395 euros). A queda dos correios nacionais representa uma correção face aos fortes ganhos obtidos na sessão da passada sexta.feira, dia em que a cotada subiu acima de 4% ao beneficiar do facto de o PS ter revelado estar a negociar com o PCP para fazer do Estado o maior acionista da empresa.

(Notícia atualizada)
Ver comentários
Saber mais Bolsa Nacional PSI-20 Galp Energia Mota-Engil BCP EDP EDP Renováveis REN CTT Jerónimo Martins Sonae
Outras Notícias