Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 acompanha ganhos da Europa na ressaca das eleições

As principais praças europeias seguem, por esta altura, a registar ganhos ligeiros, depois da vitória dos partidos pró-União Europeia, que asseguraram dois terços dos lugares no Parlamento Europeu.

A carregar o vídeo ...
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...
A bolsa nacional arrancou esta semana em alta, a prolongar os ganhos registados na última sessão e a acompanhar os ganhos que se vão fazendo sentir no resto da Europa, numa altura em que os investidores reagem aos resultados das eleições europeias, que decorreram este domingo. O PSI-20 abriu a valorizar 0,22% para os 5.108,70 pontos, com nove cotadas em alta, seis em queda e três inalteradas.

As principais praças europeias seguem, por esta altura, a registar ganhos ligeiros, depois da vitória dos partidos pró-União Europeia, que asseguraram dois terços dos lugares no Parlamento Europeu, ainda que a extrema direita e os partidos nacionalistas tenham conseguido fortes ganhos face às últimas eleições.

A condicionar os mercados acionistas tem estado a guerra comercial entre os Estados Unidos e a China. Os últimos dias têm sido marcados, ainda assim, por um aliviar das tensões entre as duas maiores economias do mundo, depois de Donald Trump ter dito, no final da semana passada, que acredita que o conflito com a China irá resolver-se "rapidamente". Já este fim de semana, o presidente norte-americano afirmou, durante uma visita oficial ao Japão, que deverá anunciar "algumas coisas importantes provavelmente em agosto", referindo-se a um novo acordo comercial entre os dois países.

O Stoxx 600 segue, assim, a valorizar 0,45% para os 377,57 pontos. A sessão desta segunda-feira deverá, contudo, ser marcada por menor liquidez, já que as bolsas norte-americanas estarão encerradas devido à comemoração do Memorial Day, assim como a britânica, devido ao feriado Spring Bank.

Por cá, o PSI-20 vai sendo impulsionado pela Corticeira Amorim, que avança 2,13% para os 10,54 euros por ação, bem como pela Mota-Engil e pela Navigator, que sobem 1,33% e 1,07%, respetivamente.

Também a Galp está a contribuir para os ganhos do principal índice acionista nacional, a acompanhar o movimento do petróleo. A petrolífera está a apreciar 0,86% para os 14,11 euros, numa altura em que a matéria-prima está a valorizar nos mercados internacionais, depois de ter sido anunciado que as produtoras norte-americanas reduziram a atividade de exploração para mínimos de mais de um ano, agravando os receios de uma quebra na procura mundial, motivada pela guerra comercial entre os Estados Unidos e a China.

A impedir ganhos mais expressivos está o setor energético, com a EDP a recuar 0,18% para os 3,32 euros por ação e a EDP Renováveis a perder 0,46% para os 8,73 euros. Já a REN segue a cair 0,41% para os 2,45 euros.
Ver comentários
Saber mais bolsa psi-20 stoxx 600 eleições europeias corticeira amorim mota-engil navigator edp guerra comercial
Mais lidas
Outras Notícias