Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 com subida ligeira apoiada pela valorização da Galp

A bolsa nacional terminou a primeira sessão bolsista desta semana a transaccionar em terreno positivo, embora registando ganhos muito ligeiros. Subida superior a 1,5% da Galp Energia impulsionou. Já a Jerónimo Martins negociou em mínimos de quase dois anos.

A carregar o vídeo ...
David Santiago dsantiago@negocios.pt 18 de Junho de 2018 às 16:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...
O PSI-20 fechou a sessão desta segunda-feira, 18 de Junho, a ganhar ténues 0,01% para 5.564,58 pontos, com oito cotadas em alta e as restantes 10 em queda, isto num dia em que o principal índice nacional tocou em mínimos 1 de Junho. Apesar de ligeira, a subida registada pela bolsa nacional permitiu interromper um ciclo de duas sessões seguidas no vermelho.

Em sentido inverso, as principais praças europeias negociaram em terreno negativo, com o índice de referência europeu Stoxx 600 a perder terreno pelo segundo dia seguido penalizado pelas perdas registadas sobretudo pelos sectores do retalho e automóvel. 

A contribuir de forma decisiva para a prestação positiva da bolsa lisboeta esteve, em especial, a Galp Energia que somou 1,65% para 16,045 euros. A petrolífera seguiu a tendência de valorização do preço do petróleo nos mercados internacionais, que segue a subir perto de 1,5% em Londres (Brent). A justificar esta subida está a perspectiva de que a OPEP anuncie, depois da reunião desta semana, um aumento da produção petrolífera do cartel inferior à que chegou a ser estimada pelos mercados. 

Ainda na energia e também a apoiar os ganhos em Lisboa esteve a EDP que avançou 0,59% para 3,39 euros e a REN que somou 0,51% para 2,384 euros. Em contraciclo, a EDP Renováveis perdeu 0,89% para 8,35 euros. 

Nota positiva ainda para os CTT (+0,61% para 2,956 euros) e para a Sonae (+1,54% para 1,118 euros). 

A travar uma maior subida da bolsa nacional num dia em que o PSI-20 teve mais cotadas em queda do que em alta, esteve a Jerónimo Martins que recuou 1,21% para 13,07 euros, no terceiro dia consecutivo de quedas para a retalhista que negociou em mínimos de 24 de Junho de 2016 ao tocar nos 12,85 euros por acção. 

Também a penalizar esteve o BCP que resvalou 0,30% para 0,265 euros e a Nos que deslizou 0,38% para 4,70 euros. 

(Notícia actualizada às 16:50)
Ver comentários
Saber mais Bolsa Nacional PSI-20 Galp Energia Stoxx 600 Brent OPEP CTT EDP Renováveis REN BCP Nos Jerónimo Martins Sonae
Mais lidas
Outras Notícias