Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 em máximos de dois meses e meio à boleia da Jerónimo Martins e BCP

A bolsa nacional fechou pelo quinto dia consecutivo a valorizar, à boleia do sentimento positivo vivido nas restantes praças europeias. Por cá, o BCP manteve-se em máximos, enquanto a Jerónimo Martins ganhou mais de 4%.

Sérgio Lemos
Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 28 de Maio de 2020 às 16:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • 13
  • ...
O índice PSI-20 fechou a sessão desta quinta-feira, dia 28 de maio, a valorizar 1,77% para os 4.380,64 pontos, o que representa um máximo desde o passado dia 10 de março. 

Este foi também o cenário registado entre as restantes praças europeias, com os investidores a olharem para a reabertura das economias com otimismo.

Por cá, a bolsa nacional encerrou com dezasseis cotadas em alta e apenas duas em queda. O BCP terminou o dia a ganhar 1,30% para os 10,11 cêntimos por ação, um máximo desde 30 de março. Hoje, os analistas do BNP Paribas voltaram a cobrir as ações do banco português, com um preço-alvo fixado nos 15 cêntimos por ação, o que confere à cotada liderada por Miguel Maya um retorno potencial de 46%, face ao valor do fecho de ontem. 

Também a Jerónimo Martins conseguiu uma prestação em alta, com um ganho de 4,67% para os 15,45 euros por ação. Na Polónia, onde a retalhista atua através da Biedronka, o banco central cortou a taxa de juro do país de 0,5% para um mínimo histórico de 0,1%, naquela que foi a terceira redução em três meses. Hoje, a cotada portuguesa teve o quarto melhor desempenho de todo o setor na Europa. 

Ainda no setor do retalho, a Sonae - dona do Continente - registou uma subida de 1,19% para os 4,19 euros por ação. 

A petrolífera Galp finalizou o dia com um ganho de 1,15% para os 11,02 euros por ação, num dia em que anunciou que as suas refinarias, situadas em Sines e Matosinhos, podem regressar aos trabalhos a partir do próximo mês de junho.

No grupo EDP, a cotada liderada por António Mexia teve um ganho de 1,06% para os 4,19 euros por ação, enquanto que a EDP Renováveis subiu 4,27% para os 11,72 euros. A subir estiveram também Nos (+2,23%) e CTT (+1,44%).

Fora do PSI-20, a Martifer subiu 6,91% para os 38,7 cêntimos por ação, com os maiores acionistas, I’M SGPS e Mota-Engil, a disponibilizarem-se para cobrirem 22 milhões de prejuízos acumulados da empresa, tal como avançou o Negócios.
Ver comentários
Saber mais psi-20 bolsa nacional jerónimo martins bcp lisboa portugal bolsas
Mais lidas
Outras Notícias