Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 fecha no vermelho, com EDP Renováveis a tombar mais de 4%

A bolsa de Lisboa fechou a sessão desta quarta-feira em terreno negativo, com as cotadas do grupo EDP a pesar.

A bolsa portuguesa tem sido incapaz de atrair novas empresas para o mercado de capitais português.
Miguel Baltazar
Cátia Rocha catiarocha@negocios.pt 15 de Setembro de 2021 às 16:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • 20
  • ...
A bolsa de Lisboa fechou a sessão desta quarta-feira a ceder 0,78%, para 5.347,99 pontos. Das 18 cotadas que compõem o índice, dez terminaram a descer e oito a subir.

O tombo de mais de 4,12% da EDP Renováveis e de 2,55% da EDP pesou na sessão, num dia em que as cotadas do grupo acompanharam a tendência de queda do setor das "utilities" na Europa. Este setor foi aquele que mais caiu no Stoxx 600, com perdas de 2,9% esta quarta-feira, após vários governos admitirem intervenções para travar a escalada nos preços da eletricidade. 

Ainda nos pesos-pesados do índice de referência, o BCP e a Jerónimo Martins também terminaram o dia em terreno negativo. O banco depreciou 0,31% para 12,85 cêntimos e a dona do Pingo Doce cedeu 0,20% para 17,77 euros. 

A Semapa depreciou 1,92% para 12,26 euros, a Pharol caiu 1,6% para 9,21 cêntimos e a Ibersol desvalorizou 1,36%, a cotar nos 5,80 euros. 

A Galp travou maiores perdas na sessão em Lisboa, sendo a cotada em destaque entre os ganhos. A petrolífera valorizou 1,61%, a cotar nos 8,352 euros. 

Nota ainda para a Altri, que fechou a valorizar 1,27% para 5,57 euros. A Ramada também registou ganhos de 1,03%, para 5,90 euros.

O PSI-20 acompanhou a tendência de quedas verificada nas principais praças europeias, num dia em que o Stoxx 600 desvalorizou 0,68% para 464,47 pontos, registando um mínimo de 30 de julho.

(notícia atualizada)
Ver comentários
Saber mais PSI-20 mercados bolsa bolsa de Lisboa Euronext
Outras Notícias