Bolsa PSI-20 no vermelho com BCP a cair mais de 1%

PSI-20 no vermelho com BCP a cair mais de 1%

A praça lisboeta alinha-se com as pares europeias no vermelho. O contexto de incerteza no que toca aos conflitos comerciais - tanto entre Washington e Pequim como também entre Washington e Bruxelas - deixa os investidores cautelosos.
A carregar o vídeo ...
Ana Batalha Oliveira 13 de novembro de 2019 às 08:11

A bolsa nacional abriu em queda, à semelhança das pares europeias. O português PSI-20 desce 0,18% para os 5.294,12 pontos, influenciado por 11 cotadas no vermelho e quatro no verde, sobrando três inalteradas.

Lá fora, os receios concentram-se nas ações dos Estados Unidos. Apesar de o presidente norte-americano, num discurso feito ontem, ter confortado com a informação que um acordo de "fase um" com Pequim (ou seja parcial) está para breve, refreou os ânimos ao sublinhar que, caso estas nações não cheguem a consenso, pretende aumentar as tarifas aduaneiras sobre a China.

Outra questão que ficou sem uma resposta concreta foi se os Estados Unidos irão avançar com a aplicação de tarifas de 20% sobre as importações automóveis provenientes da Europa. O prazo para a decisão termina esta quarta-feira, 13 de novembro, mas no seu discurso Trump limitou-se a queixar-se das barreiras ao comércio impostas pela União Europeia, que considera "terríveis e de muitas formas piores do que as impostas pela China".

Por cá, o "peso pesado" BCP penaliza o índice nacional com uma quebra de 1,31% para os 21,12 cêntimos. Em terreno negativo estão também os CTT, que depois de se destacarem na sessão anterior com uma valorização de quase 3% estão a ceder 0,64% para os 3,10 euros.

Ainda do lado das perdas fica a Sonae, ao cair 0,32% para os 94 cêntimos. A empresa vai divulgar os resultados de janeiro a setembro, após o fecho da bolsa. O CaixaBank BPI antecipa lucros, nos primeiros nove meses do ano, de 95 milhões de euros, menos 10% do que no mesmo período do ano passado.

O setor da energia concentra a maioria das cotadas que contrariam o movimento de queda do PSI-20. A REN lidera os ganhos ao somar 0,55% para os 2,76 euros, seguida pela EDP Renováveis, que aprecia 0,39% para os 10,22 euros e, finalmente, a EDP, valoriza 0,16% para os 3,69 euros.


(Notícia atualizada às 08:13)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI