Bolsa PSI-20 sobe pela segunda sessão com CTT a valorizar mais de 3%

PSI-20 sobe pela segunda sessão com CTT a valorizar mais de 3%

A bolsa nacional encerrou em alta ligeira animada pelos CTT , BCP e cotadas da energia, numa sessão sem rumo definido na Europa.
A carregar o vídeo ...
Rita Faria 05 de dezembro de 2019 às 16:47

A bolsa nacional encerrou em alta esta quinta-feira, 5 de dezembro, pela segunda sessão consecutiva, com o PSI-20 a valorizar 0,09% para 5.128,87 pontos. Das 18 cotadas que formam o principal índice nacional, 10 fecharam em alta e oito em queda.

Na Europa, a maioria dos índices segue com sinal vermelho, devido à falta de novos desenvolvimentos sobre as negociações entre os Estados Unidos e a China, depois de a Bloomberg ter noticiado ontem que os dois países deveriam anunciar um entendimento antes de 15 de dezembro, o que devolveu o otimismo aos investidores.

Hoje, a falta de notícias positivas acabou por deixar as bolsas sem um rumo totalmente definido, com os índices português, francês e holandês em alta e os restantes em queda.

"Não há notícias novas sobre a guerra comercial e é principalmente isso", afirmou Randy Frederick, vice-presidente de trading e derivados da Charles Schwab em Austin, Texas, citado pela Reuters. "A menos que tenhamos uma história positiva ou negativa para levar o mercado numa direção ou noutra, podemos muito bem estar a negociar assim durante um tempo".

Nesta altura, o índice de referência para a Europa, o Stoxx600, desliza 0,16% para 402,55 pontos.

Por cá, os CTT, o BCP e as cotadas do setor da energia foram as que mais impulsionaram o PSI-20. A empresa de correios subiu 3,17% para 3,318 euros, enquanto o BCP somou ligeiros 0,15% para 19,44 cêntimos.

Na energia, a EDP valorizou 0,58% para 3,637 euros, a EDP Renováveis subiu 0,20% para 10,08 euros e a Galp somou 0,17% para 14,49 euros, acompanhando os ganhos do petróleo nos mercados internacionais.

A contribuir para a subida do PSI-20 estiveram ainda a Jerónimo Martins e a Pharol, com valorizações de 0,07% para 14,545 euros e 1,95% para 10,48 cêntimos, respetivamente.




Marketing Automation certified by E-GOI