Bolsa PSI-20 soma pela terceira sessão com Jerónimo Martins a impulsionar

PSI-20 soma pela terceira sessão com Jerónimo Martins a impulsionar

A bolsa nacional alinha com as principais praças europeias e mostra uma tendência positiva, num dia que é de otimismo quanto ao acordo comercial entre Washington e Pequim.
A carregar o vídeo ...
Ana Batalha Oliveira 06 de dezembro de 2019 às 08:09

A bolsa nacional abriu em alta, com o principal índice, o PSI-20, a somar 0,13% para os 5.135,66 pontos. A contribuir estão onze cotadas no verde contra cinco no vermelho, restando duas inalteradas.

Lá fora, o sentimento é positivo depois de a China ter anunciado que vai eliminar tarifas sobre as importações de soja e carne de porco provenientes dos Estados Unidos. Ainda do outro lado do oceano, há otimismo quanto aos dados do emprego norte-americano: espera-se um aumento dos empregos e que a taxa de desemprego se tenha mantido nos 3,6%.

Em Lisboa, a Jerónimo Martins é o peso pesado que mais avança. A retalhista sobe 0,83% para os 14,66 euros. A liderar os ganhos está uma das representantes do grupo concorrente em bolsa, a Sonae Capital, que aprecia 2,45% para os 79 cêntimos.

A travar maiores ganhos está a Galp, que desce 0,69% para os 14,339 euros, num dia de quebra dos mercados de petróleo. O barril de Brent, negociado em Londres e referência para a Europa, está a cair 0,16% para os 63,29 dólares. Os membros da OPEP - Organização dos Países Exportadores de Petróleo, reuniram-se ontem em Viena, e a proposta que ficou em cima da mesa para que seja formalmente decidida hoje foi a de um corte adicional de 40% sobre a produção de petróleo do cartel, naquele que será o maior corte da última década.

Ainda no vermelho, destaque para a Pharol, que desvaloriza 3,44% para os 10 cêntimos. 

(Notícia em atualizada às 08:22)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI