Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 trava trio de subidas com CTT a perder mais de 2%

A bolsa nacional respeitou a tendência das restantes praças europeias, num dia em que os CTT se destacaram no vermelho.

A bolsa portuguesa tem sido incapaz de atrair novas empresas para o mercado de capitais português.
Miguel Baltazar
Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 06 de Agosto de 2020 às 16:43
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...
A bolsa nacional fechou em queda, com o principal índice, o PSI-20, a descer 0,56% para os 4.378,27 pontos. O índice lisboeta quebra assim um ciclo de três sessões no verde, caindo na quarta sessão da semana. 

Lá fora, os investidores seguem cautelosos enquanto esperam novidades acerca de um eventual novo pacote de estímulos que estará a ser preparado pela administração de Trump, e o qual tem até esta sexta-feira para ser lançado, já que depois o Senado "vai de férias". O cenário no mundo empresarial não tem sido animador, sendo que esta quinta-feira a europeia Glencore reportou prejuízos para a primeira metade do ano, o que a fez suspender dividendos. desta forma, nem os dados dos pedidos de subsídio de desemprego nos Estados Unidos, que surpreenderam pela positiva, são suficientes para animar a negociação nos mercados acionistas.

Por cá, os CTT e o BCP pesam no desempenho do PSI-20. A operadora de correios nacional lidera as perdas e cai 2,33% para os 2,51 euros, no primeiro dia de negociação após a apresentação de resultados. Desta forma, afasta-se dos máximos de fevereiro que chegou a atingir da parte da manhã.  

Os CTT fecharam o primeiro semestre do ano com um resultado líquido negativo de 2 milhões de euros, um valor que compara com os lucros de 9 milhões de euros registados no mesmo período do ano passado. A empresa liderada por João Bento explicou que o resultado foi impactado "com a evolução negativa do EBIT, parcialmente compensada pelo comportamento positivo do imposto sobre o rendimento do período".

O BCP ocupou o segundo lugar do pódio das quedas com um deslize de 1,36% para os 10,16 cêntimos. Além deste pesado, também a Jerónimo Martins caiu mais de 1% - 1,08% para os 14,15 euros.

A travar maiores perdas estiveram duas cotadas do setor da energia, a EDP e EDP Renováveis, que terminaram no verde. A elétrica subiu 0,32% para os 4,41 euros e a subsidiária de energias limpas avançou 0,14% para os 13,90 euros.

Ver comentários
Saber mais PSI-20 bolsa mercados Euronext cotadas empresas índice nacional Lisboa Europa
Mais lidas
Outras Notícias