Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 valoriza à boleia das subidas em torno de 10% da Altri e Mota-Engil

Após duas semanas seguidas a recuperar das fortes perdas acumuladas devido ao coronavírus, a praça lisboeta fechou a primeira sessão desta semana em alta, apoiada nos ganhos da Altri, Mota-Engil e também do BCP.

bolsa mercados euronext
Miguel Baltazar
David Santiago dsantiago@negocios.pt 06 de Abril de 2020 às 16:43
  • Assine já 1€/1 mês
  • 19
  • ...
O índice PSI-20 encerrou a sessão desta segunda-feira, 6 de abril, a somar 1,16% para 4.018,62 pontos, com 15 cotadas a valorizar e as restantes três no vermelho. 

A bolsa nacional negociou em linha, embora de forma bem mais moderada, com a tendência de ganhos também verificada na generalidade das principais bolsas europeias. As subidas registadas na Europa acontecem numa altura em que o ritmo de crescimento de novos casos nos países mais atingidos pela pandemia (Itália e Espanha) está a abrandar. 

Os países como a Áustria admitem mesmo começar a levantar as restrições implementadas a partir da Páscoa, um sinal de que em muitos estados europeus a fase pior do surto poderá já ter sido ultrapassada. Por outro lado, os investidores acreditam que esta terça-feira o Eurogrupo possa fechar um acordo para garantir o acesso dos Estados-membros da União Europeia às linhas de crédito do Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE). 

A Altri e a Mota-Engil estiveram em destaque na sessão e impulsionaram o principal índice bolsista nacional, com a primeira a transacionar em máximos de 11 de março e a segunda na cotação mais alta desde 5 de março. A Altri somou 8,89% para 3,97 euros e a construtora avançou 12,01% para 1,212 euros. 

Nota positiva ainda para o BCP, que depois das perdas acumuladas na semana passada, que levaram a cotada a renovar várias vezes mínimos de sempre, terminou agora o dia a valorizar 2,58% para 9,14 cêntimos. 

Num dia em que predominaram as subidas, Semapa (+3,77% para 8,25 euros), Navigator (+3,77% para 2,204 euros), Nos (+2,28% para 3,138 euros), REN (+1,92% para 2,39 euros) e EDP Renováveis (+0,38% para 10,46 euros) também fecharam em alta.

Já as retalhistas negociaram sem rumo definido, isto no dia em que o Governo deu autorização para que os grossistas possam vender a retalho. A Sonae apreciou 6,64% para 0,642 euros enquanto a Jerónimo Martins perdeu 0,62% para 16 euros. Também os CTT fecharam no verde (+0,68% para 2,225 euros) após terem anunciado o cancelamento da distribuição de dividendos referentes a 2019.

As outras duas cotadas que fecharam em queda e que contribuíram para travar uma maior subida do PSI-20 foram a Galp Energia e a EDP.

A petrolífera caiu 4,25% para 9,92 euros, acompanhando a forte queda do preço do petróleo nos mercados internacionais (em Londres, o Brent afunda acima de 5,5% para 32,21 dólares por barril), isto no dia em que a Fitch admite que o valor barril possa recuar para um dígito se a organização dos países produtores de petróleo (OPEP) e respetivos aliados (OPEP+), com destaque para a Rússua, não chegarem a acordo para limitar a produção de modo a potenciar a subida dos preços. 

Já a elétrica liderada por António Mexia resvalou 0,25% para 3,547 euros

(Notícia atualizada)
Ver comentários
Saber mais Bolsa Nacional PSI-20 BCP Altri Mota-Engil Sonae Jerónimo Martins Galp Energia EDP EDP Renováveis Semapa Navigator REN CTT
Mais lidas
Outras Notícias