Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PSI-20 volta ao verde impulsionado por BCP e Galp

O PSI-20 abriu a negociar em alta ligeira, em linha com a tendência positiva que se vai registando entre as restantes praças europeias.

A bolsa portuguesa destaca-se com uma escalada de 20% em menos de mês e meio.
Miguel Baltazar
Rafaela Burd Relvas rafaelarelvas@negocios.pt 09 de Junho de 2021 às 08:11
  • Assine já 1€/1 mês
  • 23
  • ...
A bolsa portuguesa abriu a sessão desta quarta-feira, 9 de junho, em alta ligeira, depois da queda registada na última sessão, e acompanha a tendência positiva das restantes praças europeias.

O arranque desta sessão na Europa está a ser marcado por variações pouco acentuadas das principais bolsas, numa altura em que os investidores aguardam pelos dados da inflação nos Estados Unidos, que serão divulgados na quinta-feira e que deverão influenciar as perspetivas para a evolução da política monetária da Reserva Federal.

Por cá, o PSI-20 abriu a negociar acima da linha de água, a avançar 0,06% para os 5.115,30 pontos, com sete cotadas em alta, quatro inalteradas e as restantes em queda.

A impulsionar a bolsa nacional estão sobretudo o BCP, que sobe 0,9% para os 15,68 cêntimos por ação, e ainda a Galp, que valoriza 0,35% para os 9,65 euros por ação, a acompanhar o movimento dos preços do petróleo nos mercados internacionais.

A contribuir para os ganhos do PSI-20 está também o setor papeleiro, com a Altri a somar 0,27% e a Navigator a valorizar 0,42%. Destaque ainda para os CTT, que ganham 0,23%, e para a REN, que avança 0,44%.

A impedir subidas mais expressivas da bolsa está a família EDP. A casa-mãe está a cair 0,22% para os 4,53 euros por ação, enquanto a Renováveis perde 0,32% para os 18,78 euros por ação.

Do lado das quedas, nota ainda para a Novabase, que desliza 1,9% para os 4,13 euros, e para a Mota-Engil, que recua 0,98% para 1,41 euros.

Notícia atualizada às 08h15 com mais informação.
Ver comentários
Saber mais psi-20 bolsas stoxx 600
Outras Notícias